INSS permite nova forma fácil para aprovação do auxílio-doença e BPC. Veja como fazer

0
168

Para que o auxílio-doença e o Benefício de Prestação Continuada (BPC) sejam concedidos era necessário realização de uma perícia médica para a constatação da incapacidade total e temporária e da deficiência, respectivamente, destes dois benefícios. Mas, como a pandemia da covid-19 está prejudicando o país, o INSS tomou uma medida drástica.

Durante a crise sanitária, não será necessária a realização de perícia médica no INSS para a concessão de ambos os pagamentos. O objetivo é evitar a aglomeração de muitas pessoas nas Agências da Previdência Social espalhadas pelo país.

O que quer dizer que agora apenas é necessário anexar ao pedido de benefício um atestado médico comprovando a sua incapacidade ou deficiência. Todo o processo de requerimento destes benefícios será feito de forma online, diretamente na plataforma do Meu INSS. Outra novidade é que para requerer o BPC para deficientes não precisa ter inscrição no Cadastro Único (CadÚnico).

Como pedir agora o auxílio-doença e BPC?

O processo para juntar o atestado para solicitar o auxílio-doença ou o BPC pode ser feito normalmente pela plataforma do Meu INSS. Entre na sua conta (crie uma, caso não tenha) e depois faça a solicitação para Auxílio Doença ou Benefício Assistencial à Pessoa com Deficiência.

Importante informar que o site do Meu INSS ainda está sendo atualizado para receber os atestados médicos como forma de substituição da perícia médica. A plataforma está sendo modificada aos poucos.

Veja também: Alguns segurados do INSS têm direito a aposentadoria 25% maior; Veja se está perdendo dinheiro