INSS paga benefícios de até R$ 6.433,57 em 2021; Saiba se você tem direito

0
94

Anualmente, os valores dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) passam por reajustes para acompanhar o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado no ano anterior. Em 2021, essa correção foi feita com base em uma taxa de 5,45%.

O INCP é calculado e divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Ele mede a a inflação, ou seja, aumento nos preços dos produtos e serviços para famílias com renda entre um e cinco salários mínimos.

Com o reajuste, o teto dos benefícios pagos pelo INSS passou a ser de R$ 6.433,57, o que significa que esse é o valor máximo que um segurado pode receber em 2021. No ano passado, o teto era de R$ 6.101,06.

Para quem começou a receber benefícios a partir de fevereiro de 2020, o reajuste vai considerar a inflação acumulada desde que os pagamentos do INSS começaram.

Vale destacar que os benefícios pagos até janeiro de 2021 são referentes a dezembro de 2020, então terão os valores anteriores.  O reajuste passa a valer nos pagamentos feitos a partir de 25 de janeiro para quem recebe o piso, e a partir de 1º de fevereiro para quem recebe mais que o piso.

Tabela de benefícios do INSS

Veja abaixo quais serão os valores dos benefícios do INSS pagos em 2021:

Benefício em 2020 Benefício em 2021 R$ 1.200 R$ 1.265,40 R$ 1.500 R$ 1.581,75 R$ 1.800 R$ 1.898,10 R$ 2.100 R$ 2.214,45 R$ 2.400 R$ 2.530,80 R$ 2.700 R$ 2.847,15 R$ 3.000 R$ 3.163,50 R$ 3.300 R$ 3.479,85 R$ 3.600 R$ 3.796,20 R$ 3.900 R$ 4.112,55 R$ 4.200 R$ 4.428,90 R$ 4.500 R$ 4.745,25 R$ 4.800 R$ 5.061,60 R$ 5.100 R$ 5.377,95 R$ 5.400 R$ 5.694,30 R$ 5.700 R$ 6.010,65 R$ 6.000 R$ 6.327,00 R$ 6.101,06 R$ 6.433,57

Leia mais: INSS começa a pagar aposentadorias acima do piso com reajuste de 5,45%