INSS: Idoso de 80 anos chega de maca em banco para provar que está vivo

0
213

Um idoso de 80 anos se envolveu em um fato inédito, repercutido amplamente pela internet e na imprensa brasileira. Ele chegou a uma agência do Banco do Brasil deitado em uma maca com objetivo de provar que estava vivo, a pedido do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O caso aconteceu no último dia 4 de junho, uma sexta-feira, na cidade de Piripiri, 160 km distante de Teresina, no Piauí.

De acordo com a família do idoso, ele teve que ir até a unidade bancária conforme pedido do INSS para realizar a prova de vida, sendo que a orientação foi a de que havia a necessidade de o aposentado comparecer presencialmente no local para atestar que continua vivo.

A agência bancária chegou a disponibilizar uma ambulância para fazer o transporte do beneficiário. O idoso precisou de uma maca para chegar próximo às portas do banco e então conseguir realizar o procedimento. Esse processo foi exigido para a continuidade do recebimento de sua aposentadoria.

Segundo as informações divulgadas, os familiares demonstraram revolta diante da necessidade de deslocar o idoso acamado. O fato trouxe constrangimento, humilhação e ainda aumentou o risco de contágio durante a atual pandemia por parte dos parentes e por parte do próprio homem acamado.

Nota à Imprensa

Por outro lado, em nota divulgada à imprensa, o Banco do Brasil informou que não prestou qualquer tipo de orientação para que a prova de vida, no caso do senhor de 80 anos de Piripiri, fosse realizada em alguma de suas agências. De acordo com a instituição, o beneficiário foi levado à agência do BB sem contato prévio e orientação sobre como realizar a prova de vida para pessoas acamadas/hospitalizadas.

A nota ressalta ainda que a prova de vida foi concluída assim que os funcionários da agência avistaram o idoso na frente do local, deitado em uma maca.

Orientações 

O Banco do Brasil ainda esclarece que a prova de vida pode sim ser realizada em domicílio em casos onde haja e seja comprovada a necessidade. Para obter esse tipo de atendimento, o aposentado deve efetuar o agendamento do serviço por meio do portal online do INSS.

Caso o beneficiário esteja em condições que impossibilitam sua locomoção ou permaneça acamado/hospitalizado, a orientação repassada pela instituição bancária é a de escolher alguém de confiança para se tornar o seu procurador junto ao INSS.

O documento de procuração deve ser cadastrado corretamente no portal “Meu INSS”, acessando o seguinte caminho interno: Agendamentos/Requerimentos > Novo Requerimento > e no campo pesquisar digite “Cadastrar ou Renovar Procuração”.

Também vale destacar que correntistas do Banco do Brasil têm a possibilidade de realizar a prova de vida através do aplicativo da instituição. Assim é possível evitar a necessidade de comparecer presencialmente em uma agência bancária.

Todas as informações sobre o assunto podem ser conferidas no site meu.inss.gov.br. 

Leia também: Margem do crédito consignado do INSS pode subir para 45% em 2021?