INSS: Benefício por incapacidade temporária paga 13º salário? Descubra aqui!

0
66

Substituto do auxílio-doença, o benefício por incapacidade temporária do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) garante ajuda financeira aos contribuintes que estejam impossibilitados de trabalhar em razão de doença ou outra condição de saúde. O mesmo se aplica para quem é Microempreendedor Individual (MEI).

Para que ele seja liberado, é necessário que o atestado que justifica o afastamento seja de no mínimo 15 dias. Durante esse período, a empregadora é responsável pelo pagamento salarial do colaborador. Apenas depois deste prazo é que o trabalhador pode solicitar a ajuda do INSS.

Perícia médica exigida

Para a concessão do benefício, o INSS exige a realização de perícia médica que comprove a incapacidade temporária. E ela que vai determinar se de fato há impedimento na prestação de serviços pelo contribuinte. O agendamento é feito pelo número 135 ou através do portal ou aplicativo Meu INSS.

Benefício por incapacidade garante 13º salário?

A resposta é sim! O pagamento do 13º salário é devido integralmente ao colaborador incapacitado se consideradas as condições atendidas para o afastamento. Por outro lado, o benefício deixa de ser pago nos casos em que:

  • o benefício se transforma em aposentadoria por invalidez;

  • o segurado solicita e tem a concordância da perícia médica do INSS;

  • o segurado recupera a capacidade para o trabalho;

  • o segurado volta voluntariamente ao trabalho.

Leia ainda: INSS: Veja como calcular o valor da aposentadoria na regra de transição de 50%