Hyundai anuncia recall de baterias de veículos elétricos

0
134

A Hyundai anunciou que vai convocar um recall de veículos elétricos que pode ser o maior de todos os tempos. A montadora coreana vai substituir as baterias de cerca de 82.000 veículos por conta de risco de incêndio.

O Ministério de Terras, Infraestrutura e Transporte da Coréia do Sul, informou por meio de um relatório que o recall incluirá três modelos, com 75.680 unidades do SUV Kona, 5.716 do Ioniq e 305 do ônibus Elec City. Uma unidade deste último pegou fogo no último dia 15 enquanto voltava para a garagem após uma inspeção.

A substituição das baterias deve começar no próximo dia 29 de março. Uma parcela dos veículos está na Coréia do Sul, mas a maioria das unidades está no exterior, os carros e ônibus exportados foram produzidos entre novembro de 2017 e março de 2020.

Segundo a montadora, não há problema de bateria em veículos recém-produzidos ou que estejam nas concessionárias e nem nos Hyundai Kona que são produzidos na República Tcheca para o mercado europeu, já que as baterias dessas unidades são produzidas em outra fábrica.

Uma orientação importante para os donos dos veículos envolvidos no recall é de não carregar as baterias de seus carros além de 90% da capacidade.

Mas de quem é a culpa?

Hyundai Kona é um dos modelos a ser recolhido. Crédito: Huyndai/Divulgação

O custo total do recall foi estimado em 1 trilhão de wons sul-coreanos (cerca de R$ 4,7 bilhões), mas ainda não se sabe quem vai arcar com esses custos. Isso acontece porque a Hyundai e a LG Energy Solution, fornecedora das baterias, ainda investigam de quem é a responsabilidade pelo problema. 

De um lado, a LG alega que o problema foi causado por erros na configuração do BMS, que foi desenhada pela Hyundai Kefico. Já a montadora, alega que a falha é da LG, já que o recall de menor escala foi convocado para corrigir este erro, mas os problemas persistiram. 

Além disso, a Hyundai argumenta que 68.677 unidades do Chevrolet Bolt, que têm uma bateria ligeiramente semelhante fornecida pela LG Energy Solution, também precisaram ser recolhidas. 

Via: Inside EVs e Electrek 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!