Huawei deve se concentrar em software para ter uma maior independência e autonomia no mercado mundial

0
125

O fundador e CEO da Huawei, Ren Zhengfei, supostamente exortou a equipe da gigante chinesa de tecnologia a transformar a empresa em uma grande força de software como forma de aliviar o impacto das devastadoras sanções dos Estados Unidos.

Em um memorando interno visto pela Reuters, Ren diz que a Huawei deve se concentrar em software porque a indústria está “fora do controle dos Estados Unidos e teremos maior independência e autonomia”.

A Huawei atualmente não consegue produzir em massa muitos de seus produtos de hardware por causa das sanções que proíbem as empresas americanas de fazer negócios com ela.

Você que ama tudo sobre celular e sempre quis saber como consertar o seu próprio aparelho, vai descobrir agora,e sem sair de casa! Ficou interessado? Então clique no link abaixo e saiba mais.

A empresa estocou chips e componentes na tentativa de mitigar as sanções, mas as reservas são limitadas e, em alguns casos, ficarão rapidamente obsoletas. A Huawei também está impedida de usar aplicativos e serviços do Google em seus smartphones.

O governo Biden não sugeriu que reverterá qualquer uma das sanções da era Trump, embora os EUA tenham amenizado seus movimentos contra outras empresas chinesas como a Xiaomi e a TikTok.

Planos

Por causa desse clima, Ren disse aos funcionários que a Huawei deve se concentrar em software, incluindo MindSpore, sua plataforma de IA em nuvem e seu sistema operacional HarmonyOS para vários dispositivos.

A empresa está planejando competir nos principais mercados além dos Estados Unidos.

“Assim que dominarmos a Europa, a Ásia-Pacífico e a África, se os padrões dos EUA não corresponderem aos nossos e não pudermos entrar nos EUA, os EUA não poderão entrar em nosso território”, escreveu Ren, de acordo com a Reuters.

Não demorará muito para que uma parte importante da estratégia de software da Huawei seja revelada. Hoje, a empresa enviou uma imagem promocional no WeChat provocando um grande anúncio relacionado ao HarmonyOS para 2 de junho.

O sistema operacional ainda não foi lançado em smartphones, com o foco inicial em dispositivos IoT e TVs em seu lançamento antecipado.

Fonte

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões