Homem suspeito de matar ex-companheira é preso e confessa crime em Bayeux/PB

0
35
Homem suspeito de matar ex-companheira é preso e confessa crime em Bayeux – Foto: Reprodução

Foi preso, nesta quinta-feira (4), José Adriano Vieira da Cruz, de 38 anos, principal suspeito de matar a ex-esposa, Maria Adriana Costa da Silva, também de 38 anos. Segundo informações da Polícia Civil, ele estava escondido na casa de uma irmã e foi encontrado através de uma denúncia anônima. Ainda de acordo com a polícia, ele confessou o crime e está na Delegacia de Homicídios de João Pessoa, aguardando os procedimentos cabíveis.

A vítima foi encontrada pelas filhas com perfurações na cabeça, em cima de uma cama, dentro da casa onde morava em Bayeux, PB, no dia 27 de janeiro. Na quarta-feira (3), a Justiça expediu um mandado prisão preventiva contra ele.

A mulher tinha medida protetiva contra ex-marido há mais de um ano. Ela era auxiliar de serviços gerais e deixou cinco filhos.

Segundo a família da vítima, José Adriano tentava tentando reatar o relacionamento, mas ela não aceitava. Eles foram casados por 21 anos e tinham quatro filho juntos.

De acordo com a delegada da Mulher, Conceição Casado, que já acompanhava o caso de Maria Adriana desde 2019, ela tinha uma união estável com José Adriano, mas a relação era de muito conflito, violência doméstica, violência patrimonial e violência psicológica.

A vítima sofria ameaças e agressões por ciúmes dele. Recentemente, o casal tinha se separado e o homem estava vivendo com outra mulher. Entretanto, a união não deu certo e ele estaria tentando reatar com a ex-esposa. O suspeito teria entrado onde a vítima estava morando a força e estaria vivendo com ela, com a mulher sempre expressando que não estava satisfeita com isso.

Segundo os vizinhos, José Adriano entrava na casa de Adriana quando achava conveniente, descumprindo qualquer medida protetiva que houvesse contra ele. Além disso, ele também fazia empréstimos no nome dela e não pagava as dívidas.

Com G1/PB