Homem morto a golpes de machado bebeu cerveja com algoz antes do crime; confira

O homem de 55 anos, morto com golpes de machado na noite desse sábado sábado (25/12), em Brazlândia, conhecia o assassino. A vítima bebeu cerveja com o criminoso, em um bar, momentos antes de ser brutalmente assassinada. O crime ocorreu em uma área rural, na DF-220, próxima à região administrativa. Com Metrópoles

O criminoso tem 42 anos. Após o homicídio, no Condomínio Vitória, ele fugiu. Testemunhas acionaram a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) e, com as características do suspeito em mãos, a equipe começou a patrulhar a área e o encontrou.

O suspeito tinha uma quantia em dinheiro e um celular com a foto da vítima em papel de parede. Ele confessou ter matado o colega, e após conduzido à 18ª Delegacia de Polícia (Brazlândia), foi autuado em flagrante.

“Acreditamos que ele teve vontade de matar e não era matar para roubar. Após o crime, ele viu o celular e decidiu levá-lo. Então, qualificamos como homicídio e furto. Eles beberam juntos naquela tarde e o autor ficou muito embriagado. Ainda apuramos a motivação”, explicou o delegado da 18ª DP, Roney Marcelo, que investiga o caso.