Homem mais alto do Brasil faz primeira prova de prótese da perna e comenta esperança de ‘sair andando’

O homem mais alto do Brasil, Joelison Fernandes da Silva, mais conhecido como Ninão, fez, nesta terça-feira (15), em João Pessoa, a primeira prova da prótese que irá usar na perna direita, após ter amputado o membro, em dezembro de 2021, por causa de uma osteomielite. A prótese de Ninão foi feita sob medida para ele e com material especial resistente aos seus mais de 200 quilos e 2,37 metros de altura.

O fabricante tirou as medidas da perna de Ninão no local onde ele faz fisioterapia, em Campina Grande, no dia 15 de fevereiro. A prótese possui encaixe diferenciado, sistema de aço e pé em fibra de carbono, com lâmina de mais de 1 cm, que suporta um peso de até 250kg.

Nas redes sociais, Ninão afirmou que estava muito ansioso e feliz.

“Vim hoje fazer a primeira prova da prótese provisória, com muita ansiedade, muito feliz, muita esperança de botar a prótese e já sair andando”, comentou.

Ele ainda deve fazer outra prova da prótese que ocorrerá em Campina Grande, onde faz fisioterapia. Ninão atualmente mora em Assunção, no Sertão da Paraíba.

Osteomielite de Ninão

Ninão foi diagnosticado há cerca de quatro anos com osteomielite, uma doença infecciosa que atinge os ossos, mas os sintomas surgiram há aproximadamente uma década. Por conta disso, em dezembro de 2021, ele amputou o membro em uma cirurgia que levou quase três horas e foi feita no Hospital Antônio Targino, em Campina Grande. A cirurgia representa alívio para Ninão, que vai deixar de sentir dores e terá as complicações de saúde reduzidas.

Os recursos para a cirurgia e cuidados pós-operatórios foram arrecadados em uma campanha realizada pela internet. Já a prótese foi doada por um morador de João Pessoa.

Fonte: g1 Paraíba

Foto: Reprodução/Instagram Janielson Fernandes