Há 53 anos, “morria na Bolívia o facínora comunista Che Guevara, cujo legado só inspira marginais, drogados e a escória da esquerda”, diz Bolsonaro

0
120
Há 53 anos, “morria na Bolívia o facínora comunista Che Guevara, cujo legado só inspira marginais, drogados e a escória da esquerda”, diz Bolsonaro
Há 53 anos, “morria na Bolívia o facínora comunista Che Guevara, cujo legado só inspira marginais, drogados e a escória da esquerda”, diz Bolsonaro

O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, foi até as suas redes sociais para lembrar do aniversário de morte do ativista Che Guevara, morto há exatos 53 anos, na Bolívia.

Em seu perfil oficial no Twitter, o Chefe de Estado escreveu:

Anúncio

“9 de outubro – Morria na Bolívia o facínora comunista Che Guevara, cujo legado só inspira marginais, drogados e a escória da esquerda. Com seu fim, o comunismo perdia força na América Latina, mas voltaria via Foro de SP, o qual seguimos combatendo.”

Leia também: Mourão rasga elogios à Ustra: “Coronel Brilhante Ustra respeitava os direitos humanos. Era um homem de honra”

No final de sua postagem, o mandatário ainda aproveitou o ensejo para lembrar que nesta sexta-feira (09), por coincidência, será realizada uma partida futebolística entre as seleções da Bolívia e a do Brasil.

– 9 de outubro– Morria na Bolívia o facínora comunista Che Guevara, cujo legado só inspira marginais, drogados e a escória da esquerda. Com seu fim, o comunismo perdia força na América Latina, mas voltaria via Foro de SP, o qual seguimos combatendo.– Hoje tem Brasil x Bolívia pic.twitter.com/is2FKUXoYj

— Jair M. Bolsonaro (@jairbolsonaro) October 9, 2020

Deixe uma resposta