GUERRA: PT ameaça o Brasil e diz que ninguém colocará a mão em LULA

O ex presidente do PT, Rui Falcão acusa a Justiça de perseguição contra Lula e manda recado ameaçador ao país dizendo que o ex-presidente é intocável.

Diante das repercussões do indiciamento de Lula pelo recebimento de uma propina de R$ 20 milhões, por intermediar negócios entre a Odebrecht e a empresa Exergia, de seu sobrinho Taquara, o PT saiu em defesa do ex-presidente e disse que há uma manobra da justiça no sentido de instaurar uma verdadeira perseguição ao mesmo.
Falando em nome das principais lideranças petistas do país, Rui Falcão, atual presidente nacional da sigla, declarou nesta quinta-feira, dia 06, que o atual governo procura estabelecer um verdadeiro estado de ‘exceção’. Neste sentido, ele acusa o poder Judiciário de desrespeitar o princípio de presunção de inocência de supostos acusados, além do fato de que os juízes passaram a aceitar supostas provas, colhidas ilegalmente, como meios de condenação para supostos réus.

Rui Falcão critica a prisão de supostos condenados em segunda instância e diz que condenação deve partir do STF

O dirigente nacional do partido teceu severas críticas ao fato da aprovação, por parte do STF, da prisão de réu, após a condenação em segunda instância e disse que a mesma deveria ser dada somente após decisão na Suprema Corte.
Criticando mais uma vez o que ele chamou de uma perseguição particular em relação ao PT e ao ex-presidente Lula, Falcão disse que isto deveria ser apenas o começo de uma subversão da Justiça que poderia ser estendida aos demais cidadãos comuns deste país. Sem perder o tom agressivo, o PT aproveitou para mandar um recado para o país e declarou, em tom de ameaça, que não deveriam ‘mexer’ com Lula.

O post GUERRA: PT ameaça o Brasil e diz que ninguém colocará a mão em LULA apareceu primeiro em Jornal do Pais.