Governo vai antecipar saque do FGTS em 2020 por meio de empréstimos

O Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) confirmou que poderá ser feita a antecipação do valor do saque-aniversário por meio de empréstimos bancários.

O objetivo da medida é garantir saúde financeira à população durante a pandemia do coronavírus.

O saque-aniversário beneficia os trabalhadores que aderiram à modalidade. Pagamentos são feitos anualmente, no mês do nascimento do beneficiário.

Como será feita a antecipação do FGTS?

Quem optou pela modalidade de saque-aniversário dentro do período de cadastramento poderá garantir acesso ao empréstimo ainda neste ano.

De acordo com a Caixa Econômica Federal (CEF), a escolha pela modalidade pode ser feita até o último dia do mês de aniversário. Caso contrário, os pagamentos são feitos apenas no ano seguinte.

A nova resolução do FGTS permite a antecipação do valor de saque do calendário deste ano, que teve início em abril.

Por meio de um financiamento bancário, o valor do adiantamento ficará retido na conta do trabalhador. Essa quantia poderá ser transferida ao banco concessor do crédito no dia previsto do saque-aniversário.

A Caixa tem um prazo de 30 dias para definir os procedimentos operacionais dessa medida de empréstimos. Os financiamentos também poderão ser oferecidos por outros bancos.

Adesão ao saque-aniversário

Apesar de a medida já ter sido aprovada, a Caixa ainda não divulgou as datas de liberação do crédito. O banco reforçou que a adesão ao saque-aniversário ainda está aberta e pode ser feita a qualquer momento.

No entanto, quem opta pelo saque-aniversário não pode retirar o valor total do fundo em caso de demissão sem justa causa. Confira abaixo o calendário de saques-aniversário:

  • Nascidos em janeiro e fevereiro – saques entre os meses de abril e junho de 2020;
  • Nascidos em março e abril – saques de maio a julho de 2020;
  • Nascidos em maio e junho – saques de junho a agosto de 2020;
  • Nascidos em julho – saques de julho a setembro de 2020;
  • Nascidos em agosto– saques de agosto a outubro de 2020;
  • Nascidos em setembro – saques de setembro a novembro de 2020;
  • Nascidos em outubro – saques de outubro a dezembro de 2020;
  • Nascidos em novembro – saques de novembro de 2020 a janeiro de 2021;
  • Nascidos em dezembro – saques dezembro de 2020 a fevereiro de 2021.

Confira também: Caixa vai pagar FGTS de trabalhador demitido por motivo de ‘força maior’

Deixe uma resposta