Governo oferece empréstimo de até R$ 5 mil para microempreendedores

0
115

Uma nova linha de crédito emergencial será lançada para ajudar a categoria de microempreendedores durante a segunda onda da Covid-19 no país. O anúncio foi feito pelo governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, e pelo secretário de Desenvolvimento do Estado, Tyago Hoffman, na última sexta-feira, 19.

O limite dos empréstimos será de até R$ 5 mil, sem juros, com operacionalização junto ao Banestes. Poderão solicitar proprietários de vans escolares, motoristas de aplicativo, cabeleireiros e demais profissionais que também estejam registrados como microempreendedores individuais (MEI).

Como vai funcionar o empréstimo?

De acordo com Casagrande, donos de pequenos negócios poderão esperar até seis meses para começar a pagar (carência), além da possibilidade de dividir o valor em até 60 parcelas. A correção da taxa de juros será feita pela Selic, atualmente fixada em 2,75% ao ano.

O governo estadual liberou para esta e demais linhas de crédito cerca de R$ 100 milhões do Fundo de Aval, encarregado de garantir as operações. Os interessados poderão requerer o empréstimo em qualquer agência do Banestes.

Renovação do crédito

Caso o MEI tenha recebido este crédito em 2020, será necessário que ele vá até a agência para realizar uma repactuação de prazos, com prazos e carência estendida por mais 90 dias.

“Se ele já começou a pagar as parcelas ou o valor adquirido foi inferior a R$ 5 mil no primeiro empréstimo, poderá fazer um novo crédito que somado ao anterior não ultrapasse R$ 5 mil”, explicou Tyago Hoffmann.

De acordo com a equipe do governo, há cerca de 220 mil microempreendedores individuais no Estado do Espírito Santo. A expectativa da nova medida é, sobretudo, preservar as atividades econômicas, assim como a geração de empregos.

Leia ainda: Aposentado que abre MEI pode perder o benefício? Entenda