Governo de PE anuncia auxílio emergencial para artistas e grupos culturais do ciclo junino afetados pela pandemia

0
103
Artistas que se apresentaram no ciclo junino de Pernambuco e foram prejudicados pela pandemia poderão ganhar auxílio emergencial  — Foto: Thiago Augustto/TV Globo

O governo de Pernambuco anunciou, nesta sexta (28), um projeto de lei que prevê o pagamento de um auxílio emergencial para artistas e grupos culturais do ciclo junino afetados pela pandemia da Covid-19. O benefício tem valores entre R$ 3 mil e R$ 15 mil e será liberado em parcela única. A previsão, segundo estado, é que cerca de cinco mil pessoas sejam contempladas.

Em 2020, o São João foi cancelado no estado. Em 2021, embora ainda não tenha sido oficializada a suspensão, a expectativa é que os festejos não sejam realizados. Em Caruaru, no Agreste, o evento, um dos mais tradicionais de Pernambuco, já está proibido pela prefeitura.

O projeto de lei foi assinado após um pronunciamento pela internet e segue para aprovação na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

De acordo com o governador Paulo Câmara (PSB), artistas e grupos contratados nos ciclos juninos de 2018 e 2019 pela Empresa Pernambucana de Turismo (Empetur) ou pela Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) podem se inscrever para receber o benefício.

“Mais uma vez, foi pactuada a necessidade de fazermos um incentivo para abranger mais de 400 artistas e grupos culturais pernambucanos, […] Envolve as quadrilhas, cirandas, coco, xaxado, bois, bacamarteiros, trios de forró, bandas de forró… Todos os artistas que participam do ciclo junino”, afirmou o governador.

Pronunciamento foi feito na manhã desta sexta-feira (28), no Palácio do Campo das Princesas, na área central do Recife — Foto: Reprodução/YouTube

Pronunciamento foi feito na manhã desta sexta-feira (28), no Palácio do Campo das Princesas, na área central do Recife — Foto: Reprodução/YouTube

De acordo com governo, o valor total dos recursos que devem ser investidos para o pagamento desse benefício é de R$ 3,2 milhões.

“Estamos prevendo um valor máximo de R$ 15 mil para cada agremiação ou artistas do ciclo junino”, declarou o secretário de cultura do estado, Gilberto Freyre Neto.

De acordo com a proposta, o cálculo para a definição do benefício deve corresponder a 60% do valor do último cachê recebido pelo artista ou grupo cultural, por meio de contratação realizada pela Fundarpe ou Empetur nos ciclos juninos.

Além de Câmara e Freyre Neto, também estavam presentes no evento a vice-governadora do estado, Luciana Santos (PCdoB), e o secretário estadual de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes.

“A gente quer concluir todas essas etapas, seja de aprovação do processo de lei na Assembleia Legislativa, de publicação dos editas, seja de análise desses editais e seja de pagamento, em no máximo um período de 60 dias”, disse o governador.

Em fevereiro, o governo do estado concedeu um auxílio para os envolvidos no carnaval pernambucano. Ao todo, foram contemplados 493 artistas, grupos e agremiações com benefícios que variaram entre R$ 3 mil e R$ 15 mil. O pagamento começou a ser feito em abril deste ano.

Covid-19 em Pernambuco

Pernambuco confirmou, nesta sexta-feira (28), mais 737 casos da Covid-19 e 62 óbitos provocados pela infecção.

Com os novos casos, o estado totalizou 473.326 infectados e 15.657 óbitos de pessoas com a doença, registrados desde março de 2020.

O estado apontou que houve “instabilidade no sistema do Ministério da Saúde”. Por isso, o número desta sexta foi menor do que o apontado em dias anteriores.

Com G1