Google vai ter a sua primeira loja física para vender produtos

0
110

A Google é uma das principais empresas tecnológicas, que chegou a este nível graças ao seu motor de pesquisa Google, no entanto tem as suas “mãos” nos mais variados segmentos de mercado tecnológico. Assim, também tem diversos produtos tecnológicos que criou ou foi adquirindo nos últimos anos.

Até agora, a Google tinha algumas pop-up shops, lojas, normalmente móveis, que aparecem em sítios específicos, mas desta vez vai dar um passo diferente, concorrente com outras marcas como a Apple, Samsung ou, mesmo, a Microsoft. Sim, a Apple Store vai passar a ter um concorrente, com uma loja própria da Google para vender os seus produtos de hardware.

A gigante da Internet revelou planos de abrir a sua primeira loja física, com localização no distrito de Chelsea, em Manhattan (parte do campus urbano da empresa), inaugurada neste verão. A loja de Nova York oferecerá hardware Pixel, Nest e Fitbit que poderá ser feito diretamente na loja, ou adquirido online e recolhido na loja. Muito parecido com as lojas da Apple, haverá uma equipe de suporte disponível, bem como workshops para ajudar os novos utilizadores.

Você que ama tudo sobre celular e sempre quis saber como consertar o seu próprio aparelho, vai descobrir agora,e sem sair de casa! Ficou interessado? Então clique no link abaixo e saiba mais.

A Google está ciente de que ainda há uma pandemia e a loja foi projetada pensando nas mais recentes regras sanitárias, por isso as máscaras serão de uso obrigatório, distanciamento social e higienização das mãos. A empresa também limitará a capacidade e os espaços limpos ao longo do dia. É verdade que os EUA estão a progredir rapidamente na vacinação da população, por isso é normal que estas regras, em breve, deixem de fazer sentido (se calhar mesmo antes de a loja abrir).

Não deixa de ser curioso que a aposta da Google surge no exato momento em que, devido à pandemia, a adoção das compras online foi enorme, no entanto, nomeadamente me Portugal, sabemos a importância de uma loja física onde podemos ver e testar os produtos, nomeadamente, neste caso, em que haverá profissionais especializados naqueles produtos, em específico.

Também há outra comparação importante que podemos fazer, com a Apple. É que ter uma loja física é a vitrine ideal para apresentar os seus produtos, já que foi isso mesmo que a Apple fez, não dependendo de terceiros e que, possivelmente até foi um dos pilares para o renascimento da empresa, após a entrada de Steve Jobs.

Veremos se, após esta loja, a Google gosta da ideia e começa a replicar a ideia para outros países.

Fonte: Google

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões