Geraldo Medeiros reage a questionamento de Bruno Cunha Lima sobre dados da Covid “um neófito em gestão pública”

0
64
Geraldo Medeiros reage a críticas do prefeito de Campina Grande sobre dados de Covid-19. (Foto: Walla Santos)

O secretário de Estado da Saúde, Geraldo Medeiros, reagiu ao questionamento feito pelo prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima, sobre dados de Covid-19. No último sábado (06), o município foi colocado, dentro do Plano Novo Normal do Governo do Estado, em bandeira laranja. Por conta disso, a gestão terá que adotar medidas mais restritivas para combate à pandemia. 

“É compreensível essa dúvida do prefeito, que é um neófito em gestão pública, e consequentemente necessita de aprender a como interpretar e como calcular o R que é o índice de transmissibilidade que não é calculado pela Secretaria Estadual de Saúde, que é Universidade Federal da Paraíba, através do seu departamento de Estatística”, disse Medeiros, como divulgado pelo programa ‘Arapuan Verdade’, da Rádio Arapuan FM, desta segunda-feira (08).

Como o o ClickPB acompanhou, o secretário da SES-PB orientou que o prefeito de Campina Grande procure tirar as dúvidas junto ao Departamento de Estatística da Universidade Federal da Paraíba que faz o levantamento. Lembrou ainda que a cidade tem maior taxa de letalidade do Estado. “Ele deverá se informar com o Departamento de Estatística da Federal da Paraíba, que será esclarecido, e aí sim ele compreenderá porque Campina Grande hoje é a maior taxa de letalidade do estado e o maior R, o maior índice de propagação do estado”, revelou. 

Ontem, após uma reunião online com o governador do Estado, secretário de Saúde da Paraíba, representantes dos Ministérios Públicos e Tribunal de Contas, Bruno Cunha Lima, usou suas redes sociais para criticar e culpar a SES-PB pelo colapso na saúde pública diante da crise sanitária. A cidade enfrenta lotação em unidades de saúde como o Hospital das Clínicas, que é o com maior quantitativo de leitos do Estado. 

Plano Novo Normal

A 20ª avaliação do Plano Novo Normal Paraíba, que passa a vigorar a partir desta segunda-feira (08), divulgado no último sábado (06), aponta que 95% das cidades paraibanas (211) estão classificadas na cor laranja. Estes municípios devem ter a mobilidade restrita. Os municípios de Capim, Catingueira, Cuité de Mamanguape, Igaracy, Prata, São José do Bonfim, São Mamede e Sapé estão classificados na bandeira vermelha, que indica mobilidade impedida. Nenhum município foi classificado na bandeira verde.