Funjope firma parceria com Cinema do Brasil e discute internacionalização do setor em João Pessoa

0
124

A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) está firmando parceria com entidades da América Latina para levar o cinema local além da fronteira. Em reunião virtual realizada nesta terça-feira (16), o presidente da Fundação, Marcus Alves, teve um diálogo com os responsáveis pelo Cinema do Brasil, associação de produtores ligada ao Sindicato dos Profissionais de Audiovisual de São Paulo (SIAESP), que tem como principal missão a internacionalização do cinema brasileiro.

Participaram da reunião André Sturm, presidente fundador do Cinema do Brasil; Adriane Freitag, gerente executiva do Cinema do Brasil; e Karen Harley, que atua na Promoção Comercial e Comunicação do Cinema do Brasil e é a responsável pela mediação do mercado internacional.

“Estamos construindo essa parceria com o Ventana Sur a partir do Cinema do Brasil. Tivemos as primeiras conversas e o primeiro passo é identificar o perfil dos produtores, diretores e produtoras de cinema de João Pessoa, saber o grau de interesse deles”, observou o diretor-presidente da Funjope, Marcus Alves.

O Ventana Sur é o principal ambiente de mercado de audiovisual da América Latina, ligado ao Festival de Cannes. Organizado pelo Instituto Nacional de Cinema e Artes Audiovisuais (INCAA) e pelo Marché du Film – Festival de Cannes, recebe 3 mil credenciados por ano.

Como participar – Os donos de produtoras sediadas exclusivamente no município de João Pessoa que tenham interesse em participar do Ventana Sur devem acessar o link e preencher um formulário.

Esta é uma primeira ação para identificar o perfil dos diretores e produtores de cinema de João Pessoa para, a partir daí, ter um acompanhamento mais sistemático e organizado, chegando a montar um grupo que possa ir para o Ventana Sur.

“Nós temos um conteúdo bastante vasto de material audiovisual já produzido. O que a gente precisa é que sejam criadas essas oportunidades para que os produtores locais possam andar com as próprias pernas e levar seus produtos para outras localidades, sejam nacionais ou internacionais”, completou o chefe da Divisão de Audiovisual da Funjope, Paulo Roberto.