Funcionários do Google supostamente podem saber como os usuários do Android interagem com aplicativos e serviços de terceiros

0
40
Funcionários do Google supostamente podem saber como os usuários do Android interagem com aplicativos e serviços de terceiros
Funcionários do Google supostamente podem saber como os usuários do Android interagem com aplicativos e serviços de terceiros

O Google supostamente possui um programa interno que permite que seus funcionários acessem informações detalhadas sobre como os usuários do Android interagem com aplicativos e serviços de terceiros em seus smartphones.

Conforme relatado pelo The Information, o programa, conhecido como “Android Lockbox”, faz parte do Google Mobile Services e monitora a frequência com que os usuários iniciam aplicativos que não são do Google, por quanto tempo eles os usam e como os aplicativos são usados.

O relatório da agência de notícias também identificou uma equipe do “Olho Mágico” dentro do gigante das buscas, responsável por rastrear o uso de aplicativos primários e compará-los com os dados do Lockbox para informar os executivos da empresa sobre como os serviços de terceiros se comparam aos seus próprios internos.

O Google também supostamente usou informações do Lockbox para ajudar a planejar o lançamento do novo concorrente do TikTok, o Shorts. Conseguir acesso a informações Lockbox Android exige que os funcionários da empresa para solicitação de permissão para fazê-lo, estes pedidos não são sempre concedidos.

Android Lockbox

O Android Lockbox começa a rastrear como os usuários interagem com seus smartphones quando eles optam por participar durante o processo de configuração do Android. Em um documento de suporte , o Google explica o tipo de dados que coleta quando o uso e o diagnóstico são ativados, dizendo:

“Se você ativar o uso e o diagnóstico, seu dispositivo enviará ao Google informações sobre o que está funcionando e o que não está funcionando. Por exemplo, seu dispositivo pode enviar informações como: nível da bateria, com que frequência você usa seus aplicativos e a qualidade e o comprimento de suas conexões de rede (como móveis, Wi-Fi e Bluetooth).”

Desde então, o Google respondeu ao relatório e a empresa admitiu que tem acesso aos dados de uso de aplicativos concorrentes. No entanto, afirmou que o programa é público e que outros desenvolvedores também têm acesso a dados semelhantes. Os dados coletados são anônimos e não são pessoalmente identificáveis, de acordo com o relatório.

Para aqueles preocupados em compartilhar o uso de smartphones e aplicativos com o Google, você pode optar por sair para o menu de configurações do seu dispositivo Android, acessar a seção Google, tocar nos três pontos no canto superior direito da tela e ativar Usage & diagnóstico desativado.

Fonte

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Quer saber outras novidades? Veja em baixo as nossas Sugestões

Deixe uma resposta