Fique de olho: Golpe no WhatsApp utiliza de falsa cobrança de boleto para atrair vítimas

0
99

Usuários da plataforma de mensagens instantâneas – o WhatsApp – devem redobrar a atenção em relação ao novo golpe que circula na plataforma. Segundo divulgado pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), criminosos se passam por funcionários do órgão e enviam falsos boletos de cobrança para serem quitados pelas vítimas.

O golpe funciona da seguinte forma: os estelionatários enviam os documentos via WhatsApp e oferecem grandes descontos sobre os valores reais das prestações. A justificativa utilizada para a redução é a pandemia causada pela pandemia de coronavírus, que possibilita melhores condições de pagamento para quem participa do programa.

A desculpa utilizada para justificar o atendimento por uma conta pessoal via WhatsApp é de que a companhia está com seus postos presenciais fechados e a central de atendimento inoperante devido a pandemia. O que não é verdade.

Alerta CDHU

A CDHU esclarece que a central de atendimento nunca deixou de operar durante todo o período da pandemia. Em relação aos escritórios regionais, eles contam com regras específicas de atendimento presencial.

A companhia reforçou que não faz envio de boletos de cobrança via WhatsApp. Ademais, reafirmou que não solicita qualquer tipo de depósito, transferência bancária ou Pix para pagamento destes tipos de documentos ou quitação de débitos via WhatsApp.

Quando emitidos pela CDHU, os códigos dos boletos iniciam com 104 ou 0001, visto que são gerados pela Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil, respectivamente. Por fim, a companhia declarou que também sempre utiliza e-mails oficiais em sua comunicação com o consumidor, como @cdhu.sp.gov.br ou @apoiocdhu.sp.gov.br, ao contrário de gmail, hotmail, ig e outros.

Leia ainda: Facebook divulga detalhes sobre como está ganhando dinheiro com o WhatsApp