Fim do TED, DOC e boletos? Banco Central vai lançar tecnologia para pagamentos todos os dias e a qualquer hora

0
96
Fim do TED, DOC e boletos? Banco Central vai lançar tecnologia para pagamentos todos os dias e a qualquer hora
Fim do TED, DOC e boletos? Banco Central vai lançar tecnologia para pagamentos todos os dias e a qualquer hora

Uma nova forma de pagamento está sendo estudada pelo Banco Central (BC) que trará a comodidade de realizar pagamentos a qualquer dia e hora sem precisar de cartão de plástico ou maquininha.

Por meio do chamado Fast Payment, ou Instant Payment, será possível realizar pagamentos e transferências instantâneas, sem intermédio de bandeiras credenciadoras, diretamente entre duas contas, seja de pessoas físicas ou de empresas.

O sistema funcionará via QR Code, NFC (por aproximação) ou através de qualquer outras tecnologias de transferências de dados.O consumidor ficará cada vez menos dependente de dispositivos. A nova tecnologia está prevista para ser lançada no final deste ano ou início de 2020.

O primeiro impacto a ser sentido com a nova tecnologia será a substituição de boletos, TEDs e DOCs, já que o pagamento será instantâneo, assim como as transferências.

Além disso, deve baratear as transações bancárias por não embutir taxas como do banco emissor, a da bandeira do cartão – como Visa, Mastercard, Elo – e da maquininha que processa o pagamento – Cielo, PagSeguro, Stone, entre outras.

Ademais, passa a ter menos sentido usar o cartão de débito, já que para transações à vista, o Fast Payment deve funcionar perfeitamente, eliminando boa parte dos custos.

Tecnologia das criptomoedas

Para usar o novo sistema do BC, cada consumidor ou empresa contará com um código de identificação, sendo que terá a tecnologia blockchain, a mesma utilizada para transações com criptomoedas.

Esse canal de transmissão de informações funciona como um livro de registro de informações e transações financeiras. Dessa forma, todos os participantes do sistema (BC, empresas, bancos e clientes) terão acesso aos dados que trafegam no blockchain, sem necessidade de intermediários, compartilhando informações e validando transações.

Veja também: Banco do Brasil disponibiliza cartão sem anuidade para negativados

Deixe uma resposta