FGTS pode ser retirado por quem está desempregado?

0
7378

Desempregados também podem sacar o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS? Essa é uma dúvida muito comum. A verdade, é que existem muitas pessoas que não estão trabalhando com carteira assinada e que têm dívidas a serem quitadas. Por isso, um dinheiro a mais seria muito importante.

Mas, o que poucos trabalhadores pensam, é que os valores no Fundo podem ser investidos. Com isso, se torna possível guardar a quantia para a aposentadoria. Mas, o trabalhador deve estar atento às altas taxas de juros e inflação que permaneceram mesmo depois do Plano Real.

Atualmente, a inflação e os juros diminuíram a perda dos trabalhadores. Apesar disso, o problema ainda está presente. Além disso, as alternativas no mercado financeiro continuam desiguais. A queda da taxa de juros que colocava a caderneta como uma das melhores opções de investimento, reduziu a rentabilidade da poupança em 2014.

Quem está desempregado pode sacar o FGTS?

A Medida Provisória (MP) n° 889/2019  permitiu que, pela primeira vez em 50 anos, o FGTS distribuísse aos trabalhadores os valores que foram obtidos com investimentos realizados. Cerca de R$ 12 milhões foram repassados. Isso foi o equivalente a 100% dos resultados obtidos em 2018.

Com isso em vista, a resposta é sim! A pessoa desempregada pode sacar o FGTS. As quantias podem ser retiradas por quem tem tem conta ativa ou inativa no Fundo. A princípio, o indivíduo poderia retirar até R$ 500. Mas, em dezembro de 2019, foi decidido que poderia ser sacado até R$ 998.

Dessa forma, o trabalhador que tinha em sua conta vinculada ao FGTS até R$ 998, no dia 24 de julho de 2019, poderá retirar a quantia integralmente. Caso o indivíduo já tenha obtido R$ 500, será possível sacar os R$ 498 restantes. Mas, a pessoa com mais que R$ 998 no prazo estabelecido, poderá tirar apenas R$ 500.

Para saber o saldo do FGTS, basta acessar o site da Caixa, ou baixar o aplicativo FGTS, que está disponível para Android e IOS. A Caixa também disponibiliza ao trabalhador um telefone exclusivo. O número é: 0800 726 0207.

Leia também: Saiba como transferir o FGTS para um banco digital gratuitamente

Deixe uma resposta