Exposição no Celeiro Espaço Criativo reúne peças de artesanato produzidas com apoio da Prefeitura

O Celeiro Espaço Criativo, no bairro do Altiplano, foi palco, nesta terça-feira (22), do lançamento da coleção ‘Litoral’, que reúne o trabalho de 29 artesãos locais, entre eles o grupo ‘Sereias da Penha’. A mostra é fruto de uma parceria da Prefeitura de João Pessoa e o Sebrae, e tem por objetivo potencializar os conhecimentos compartilhados por um time de designers durante a oficina ‘Criativa Designer Artesanal’, realizada no espaço na semana passada.

A primeira-dama do Município, Lauremília Lucena, foi conferir de perto a exposição e se disse encantada com o trabalho dos artesãos. Ela destacou a importância da parceria da Prefeitura com o Governo do Estado e Sebrae, sobretudo na questão da geração de emprego e renda. “Temos focado com um olhar diferente na questão da geração de renda, principalmente por conta da pandemia. Esse belíssimo trabalho mostra para o mundo, através da força do nosso artesanato, que João Pessoa é uma cidade criativa”, disse.

Quem também marcou presença na exposição foi a primeira-dama do Estado, Ana Maria Lins. Para ela, o saldo da parceria com a Prefeitura de João Pessoa tem rendido bons frutos, a exemplo das iniciativas como o Programa de Artesanato Paraibano (PAP). “O Governo do Estado tem desenvolvido várias ações para os artesãos paraibanos, assim como a Prefeitura de João Pessoa, que tem estimulado e incentivado esse importante segmento da nossa economia”, ressaltou.

Integrante do projeto ‘Sereias da Penha’, Aline Gouveia enalteceu o apoio que vem sendo dado pelo governo municipal não só ao grupo, mas ao segmento como um todo. Ela disse que iniciativas como essa fortalecem o artesanato local, pois possibilitam uma importante troca de conhecimento. “Vamos passar todo esse conhecimento a adolescentes de nossa comunidade, através de um projeto que mantemos, para que esse trabalho se fortaleça cada vez mais e atinja um maior número de pessoas”, afirmou.

Identidade dos trabalhos – As peças criadas para a coleção ‘Litoral’ contemplam diferentes técnicas de produção a partir de matérias-primas das mais diversas.

Os trabalhos dos artesãos foram divididos em três grupos: o primeiro, reúne artes feitas com cerâmica, couro e reciclagem de metal; o segundo, com crochê, macramê, tricô e patchwork; e o terceiro, a partir de reciclados e resíduos do mar, como conchas e mariscos.

A coordenadora de Economia Criativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedest), Marianne Góes, disse que as peças produzidas ficarão expostas no Celeiro Espaço Criativo para que o público possa conhecer os trabalhos e adquiri-los. Ela lembrou que a iniciativa possibilitou o compartilhamento de conhecimentos, sem que os artesãos perdessem a identidade dos seus trabalhos. “Foi fundamental essa troca de conhecimentos, porque os artesãos poderão confeccionar novos trabalhos sem perder a essência, o DNA de suas obras”, observou.

Serviço:

Exposição da Coleção Litoral

Local: Celeiro Espaço Criativo – Avenida João Cirilo da Silva, nº 850, Altiplano

Horário: de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h.