Ex-Flamengo, São Paulo, Santos e Botafogo, Reinaldo vai comandar a base da Perilima na Paraíba

0
251

Perilima vai contar com experiência no comando técnico da sua categoria de base. Ao menos bagagem de dentro de campo o clube vai ter. É que o ex-atacante Reinaldo, com passagens por Flamengo, São Paulo, Santos, Botafogo, entre outros, vai ser o treinador do time sub-20 da Águia de Campina. Aos 42 anos, ele vai para a sua segunda passagem na nova função, pois dirigiu o Inter de Lages na temporada passada.

Perilima anuncia o ex-jogador Reinaldo como o novo treinador do time sub-20 — Foto: Divulgação / Perilima

Perilima anuncia o ex-jogador Reinaldo como o novo treinador do time sub-20 — Foto: Divulgação / Perilima

Cidadão fluminense natural de Itaguaí, Reinaldo se aposentou dos gramados em 2019 após uma passagem de três anos vestindo a camisa do Brasiliense. Em sua carreira como atacante, o ex-jogador vestiu camisas para lá de importantes, pois foi revelado pelo Flamengo, mas também atuou por São Paulo, Santos, Botafogo, Bahia, além de ter jogado no exterior, sendo atacante de PSG, Kashiwa Reysol e Al Ittihad.

A carreira de treinador de Reinaldo começou na temporada passada, quando dirigiu o Inter de Lages. Foram nove jogos disputados como técnico pela equipe catarinense, conquistando três vitórias na Série B do estadual.

A partir de agora, o ex-jogador vai ter um desafio de comandar a categoria de base da Perilima. O time de Campina Grande tem uma proposta de revelar novos nomes para o futebol e foi campeão paraibano da categoria em 2019. No ano passado, a Águia foi semifinalista da Copa do Nordeste Sub-20.

Reinaldo começou a sua carreira de treinador pelo Inter de Lages — Foto: Greik Pacheco / Inter de Lages

Reinaldo começou a sua carreira de treinador pelo Inter de Lages — Foto: Greik Pacheco / Inter de Lages

Antes de Reinaldo, a Perilima abriu as portas para Marcelinho Paraíba iniciar a sua trajetória em comissão técnica. Após a sua aposentadoria, em março de 2020, pela própria equipe, o ex-meia foi integrado ao quadro de profissionais na categoria de base.

Após um breve período, Marcelinho foi para o Treze, abandonou a aposentadoria, jogou a reta final da Série C e, após o fim da temporada, voltou a pendurar as chuteiras e iniciou a sua carreira de treinador. Ou seja, contar com ex-jogadores de renome não é uma novidade na comissão técnica da Perilima.

Com ge PB