EUA investiga Toyota RAV4 após relatos de incêndio no motor

0
74

O governo dos Estados Unidos já conta onze denúncias de incêndio no motor do utilitário RAV4, da Toyota. De acordo com a Administração Nacional de Segurança Rodoviária (NHTSA, sigla em inglês) nesta segunda-feira (1º), um recall do modelo no país afearia quase 1,9 milhões de donos do veículo.

De acordo com o Business Insider, um porta-voz da Toyota afirmou que a montadora trabalha na investigação junto à NHTSA. Todas as reclamações até agora foram registradas no ano de 2020, referente a modelos do veículo fabricados entre os anos de 2013 e 2018, muitos com até 80 mil quilômetros rodados.

Os incêndios notificados aconteceram em carros com baterias de 12 volts, pelo lado esquerdo do motor. Além do fogo, o RAV4 com o problema pode também apresentar queda de energia e estancar. Uma das hipóteses levantadas pela agência atribuem o fogo a colisões frontais ou baterias mal instaladas.

O problema foi encontrado nas SUVs RAV4 fabricadas entre 2013 e 2018. Imagem: Toyota/Divulgação

Quatro incêndios aconteceram em carros desligados e pelo menos dois estavam estacionados. Esses últimos foram encontrados totalmente consumidos pelas chamas quando os donos retornaram. Já a maioria dos RAV4 pegaram fogo em movimento, depois de estancar.

À ABC News, a porta-voz da NHTSA explicou que a agência está reunindo mais informações e “vai agir de acordo com o que aprendermos”. O RAV4 tem mais reclamações de fogo na bateria do que outros carros similares.

O SUV é um dos mais vendidos da montadora no país norte-americano, entre os que não são caminhonetes. O possível recall só deve ser anunciado caso a investigação aponte a necessidade.

Via: Business Insider / ABC News