‘Esperei tanto para cantar com esse homem’, afirma Juliette ao se apresentar com Chico César

0
124
Foto: Reprodução

A paraibana Juliette Freire se apresentou no Altas Horas deste sábado (18). Juliette soltou a voz e mostrou sua mais recente canção “Diferença Mara”, uma das seis que fazem parte do primeiro EP de sua carreira como cantora. 

Para arrematar essa participação especial, ainda fez o tão sonhado dueto com o ídolo Chico César. 

Além de campeã do BBB21, Juliette estreou na área musical e agora como apresentadora do TVZ, no Multishow. Sobre a fama repentina, ela resumiu.

 “Tentando. Todos os dias aprendo uma coisa nova, vou tirando lições das situações e aprendendo um pouquinho de cada vez. Ninguém nasce sabendo e eu nasci nesse mundo agora, então estou aprendendo do zero, tentando fazer o meu melhor sempre.”

“É como se tivesse um cavalo e eu tentando laçar, me adaptar a subir nele e seguir. Estou me acostumando, já estive bem mais agoniada, hoje em dia estou respirando. As pessoas estão respeitando mais essa transição de vida”, descreveu a paraibana. 

Para Serginho, ela contou que decidiu – apesar das tentativas de amigos e de sua psicóloga de fazê-la desistir disso – assistir ao BBB21 desde o início. E explicou seus motivos:

“Estou no terceiro Paredão ainda. É muito estranho. Não me surpreendi, os sentimentos que tinha lá dentro condiziam com o que acontecia aqui fora. Alguns excessos me assustaram. Poucas vezes fiquei triste. Meus amigos e famílias não queriam deixar eu ver, mas preciso virar essa página e encarar o que aconteceu. Entender porque as pessoas gostam tanto de mim.”

Camila Queiroz se declarou fã da ex-sister a ponto de já saber todas as músicas dela, e disse que só falta a atuação, mas a bonita comentou que não quer saber disso.

“Não sou atriz, tô fora. Não quero. Já basta os desafios que estou enfrentando. Deixa cada coisa no seu lugar (risos).”

Quando o assunto foi fé, Juliette admitiu que teve uma fase de negação após a morte de sua irmã, Julienne, mas que conseguiu se reerguer e fortalecer sua espiritualidade:

“Sou cristã. Por um momento, me perdi da fé, me desconectei e tive um encontro bonito com a minha espiritualidade. Desenvolvo minha fé todos os dias, escolhi me apegar a isso e é o que me alimenta. Minha fé é o que me move.”

Juliette também deu detalhes de como lidou com o fato de sair um fenômeno do BBB. Segundo ela, o baque foi tão grande que assustou:

“Estava tão abalada que só pensava em encontrar meus amigos e minha família. Não entendia muito. O Tiago Leifert tinha falado muito por cima, entendi que era um fenômeno, mas queria entender o porquê. Tinha esperança que ia sair querida, porque tinha consciência das minhas atitudes e de quem eu era. Não tinha noção que seria tão grande, me assustei muito e comecei a ter medo. Nos primeiros dias, eu ficava em pânico.”

Aí veio o tão esperado encontro com o ídolo Chico César em dueto de “Deus Me Proteja”, canção que marcou muito a passagem da pitica pelo reality e que ajudou a projetar seu talento para a música.

“Queria agradecer por esse encontro. A música de Chico me preenche de uma forma que não sei explicar. Ela dá sentido as minhas orações e a minha ideia sobre a vida. Que honra estar vivendo esse momento aqui. Todo mundo sabe o quanto sou apaixonada por sua arte”, declarou a fã.

Quando Serginho quis saber sobre a estreia como apresentadora do TVZ, a bonita disse que se sente uma aprendiz:

“Estava tão nervosa, minha voz tremia. Depois, fui relaxando. É um lugar que encontrei música e comunicação, podia fazer o que quiser, me divertir. Estou aprendendo.”

Com ClickPB