Empréstimos Bradesco e Santander sem consulta ao SPC/Serasa; Saiba como contratar

0
104

Precisando de dinheiro rápido e descomplicado durante a pandemia? Saiba que o Santander e o Bradesco oferecem empréstimos consignados, sem consulta ao SPC/Serasa. Entre as vantagens do serviço está a redução das taxas de juros que, em comparação aos acordos convencionais, acabam sendo mais em conta.

Os empréstimos consignados são disponibilizados para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), funcionários públicos de níveis municipais, estaduais e municipais. No entanto, ainda existem instituições financeiras que ampliam a opção para funcionários de iniciativa privada.

Pela modalidade, os valores das prestações são descontados diretamente da folha de benefício ou contracheque do solicitante. Confira agora as opções consignadas dos bancos Bradesco e Santander.

1 – Empréstimo Santander Olé Consignado

O Empréstimo Olé Consignado é uma modalidade oferecida pelo banco Santander. Com baixas taxas de juros, e disponível para negativados, possui como público-alvo os servidores públicos, aposentados e pensionistas do INSS.

Para solicitar, basta acessar o site do Santander ou baixar o aplicativo Olé Consignado, que está disponível para dispositivos Android e iOs. No ato, é necessário apresentar os seguintes documentos:

  • Identificação oficial com foto;
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante de renda ou extrato do benefício.

A modalidade apresenta taxas de juros entre 1,25 e 1,92% ao mês. As quantias podem ser parceladas de 36 a 120 meses (3 a 6 anos).

2 – Empréstimo Bradesco Consignado

O Bradesco Consignado é liberado para aposentados e pensionistas do INSS, servidores públicos ou colaboradores de empresas privadas conveniadas. A modalidade pode ser contratada pelo Internet Banking, app Bradesco ou Fone Fácil do Banco.

Na hora de fazer a contratação, é necessário apresentar os seguintes documentos: identificação pessoal com foto, comprovante de residência e folha de pagamento ou cópia do extrato do benefício.

As taxas de juros do serviço são de 1,26% ao mês. Além disso, os clientes podem parcelar os pagamentos entre 48 e 72 meses (4 e 6 anos).

Leia ainda: Negativado? Veja 5 opções de empréstimos com limite de até R$ 250 mil