Em janeiro, FGTS terá saque adicional de R$ 50 a R$ 2.900; Veja quem recebe

0
97

Trabalhadores com saldo disponível no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) têm à disposição uma nova modalidade de saque do benefício em 2021. Trata-se do saque-aniversário do FGTS, que permite a retirada anual de parte do Fundo no mês de nascimento do beneficiário.

A adesão na modalidade não é automática. Neste caso, o trabalhador precisa demonstrar interesse em participar da nova forma de pagamento acessando os principais canais de atendimento da Caixa Econômica Federal, instituição responsável pelos repasses.

Ao optar pelo saque-aniversário, o trabalhador perde o direito de saque integral do benefício em caso de demissão sem justa causa. Para voltar ao formato antigo, é necessário aguardar um prazo de dois anos. Em janeiro, novos beneficiários terão acesso às quantias. Confira!

Saque-aniversário do FGTS de até R$ 2.900

Diferentemente do saque rescisão do FGTS, para casos de demissão sem justa causa, o saque-aniversário libera um percentual do valor acumulado do Fundo de acordo com as faixas de saldo, seja de contas ativas ou inativas, e no mês de nascimento do trabalhador.

Em alguns casos, é oferecido ainda uma parcela adicional, que pode variar de R$ 50 a R$ 2.900, dependendo do limite. Confira a tabela de alíquota aplicada completa abaixo:

Limites das faixas de saldo Alíquota Parcela adicional até R$500 50% – de R$500,01 até R$1.000 40% R$50 de R$1.000,01 até R$5.000 30% R$150 de R$5.000,01 até R$10.000 20% R$650 de R$10.000,01 até R$15.000 15% R$1.150 de R$15.000,01 até R$20.000 10% R$1.900 acima de R$20.000,01 5% R$2.900

Fonte: Caixa Econômica Federal

Quem pode sacar o saque-aniversário do FGTS em janeiro?

A liberação do saque-aniversário do FGTS para janeiro é destinada para os beneficiários nascidos em novembro e dezembro. Os valores ficam disponíveis para resgate até o último dia útil do segundo mês subsequente ao da permissão de saque.

Confira o calendário completo a seguir:

  • janeiro e fevereiro – saques de abril a junho de 2020;
  • março e abril – saques de maio a julho de 2020;
  • maio e junho – saques de junho a agosto de 2020;
  • julho – saques de julho a setembro de 2020;
  • agosto – saques de agosto a outubro de 2020;
  • setembro – saques de setembro a novembro de 2020;
  • outubro – saques de outubro a dezembro de 2020;
  • novembro – saques de novembro de 2020 a janeiro de 2021;
  • dezembro – saques dezembro de 2020 a fevereiro de 2021.

Interessados em mudar para a modalidade de saque-aniversário podem acessar um dos canais de atendimento da Caixa, como site ou aplicativo. Para quem ainda está em dúvida se a opção é vantajosa ou não, a estatal oferece a simulação de quanto o trabalhador terá direito em caso de adesão na modalidade.

Leia ainda: Confira 3 formas de antecipar o auxílio emergencial e FGTS no Caixa Tem em 2021