Em CG: professor preso por suspeita de importunação sexual em escola pública vai responder em liberdade

O professor de geografia preso na semana passada suspeito de importunação sexual vai responder em liberdade. A decisão foi tomada no final da manhã desta segunda-feira (1)após audiência de custódia. A informação foi confirmada pela assessoria de comunicação do Fórum Afonso Campos há poucos instantes.

O professor foi preso na quinta-feira da semana passada na Escola Estadual Dom Luiz Gonzaga Fernandes após um grupo de alunas denunciar que ele estaria praticando importunação sexual, inclusive tentando beijar uma adolescente de 14 anos na boca no dia da prisão.

A audiência de custódia foi realizada no formato virtual e teve início de 10h30. A audiência durou pouco mais de uma hora. Agora, a Polícia Civil aguarda comunicação da justiça para colocar o professor em liberdade, fato que deve acontecer ainda nesta segunda-feira.

Foto: JPB1