Durante eleição para presidência do Senado, Alcolumbre presta homenagem a José Maranhão

0
103
Durante eleição para presidência do Senado, Alcolumbre presta homenagem a José Maranhão – Foto: Jefferson Rudy

O senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) fez uma homenagem ao senador José Maranhão, ao anunciar o resultado da eleição à presidência do Senado Federal na noite desta segunda-feira (1º). Ele utilizou o mesmo texto, que foi lido pelo político paraibano, ao convocar Rodrigo Pacheco (DEM-MG) para o seu discurso como novo presidente da Casa.

Pacheco venceu a disputa enfrentando Simone Tebet (MDB-MS), por 57 votos a 21. Major Olimpio (PSL-SP), Jorge Kajuru (Cidadania-GO) e Lasier Martins (Pode-RS) também começaram o pleito como candidatos, mas anunciaram a retirada da candidatura momentos antes da eleição.

Antes de deixar a cadeira de presidente do Senado, Alcolumbre lembrou que ao ser eleito em fevereiro de 2019, foi convidado por José Maranhão para discursar. O senador paraibano estava presidindo a eleição interna pelo fato de ser o político mais antigo em exercício.

“Há exatos dois anos estava sentado nesta cadeira, a sua excelência, o senador José Maranhão, decano desta casa, que neste momento convalesce em recuperação das sequelas do coronavírus. Naquela ocasião, o senador José Maranhão pronunciou de improviso, as belíssimas palavras que passarei a citar agora, apenas substituindo o destinatário”, disse Alcolumbre, que completou:

“Gostaria de fazer isso como uma homenagem ao senador José Maranhão, a quem todos nós desejamos plena recuperação, para que possa retornar ao nosso convívio o mais rápido possível, com a sua saúde integralmente restabelecida”, falou.

Impossibilitado de participar das suas atividades como senador, ele encaminhou no dia 8 de janeiro, um pedido de licença por 120 dias. Por causa disso, o cargo passou a ser ocupado pela primeira suplente, Nilda Gondim, do mesmo partido.

José Maranhão tem 87 anos e atualmente ocupa uma das cadeiras paraibanas no Senado Federal. Ele está internado desde o dia 29 de novembro, dia em que foi realizado o segundo turno das Eleições 2020. Dias depois, ele foi transferido em uma UTI aérea para São Paulo.

O senador participou ativamente da eleição, apoiando o candidato Nilvan Ferreira (MDB) na disputa pela prefeitura de João Pessoa. No domingo da votação do segundo turno ele apresentou sintomas gripais, com tosse persistente e febre. Ao fazer exames, testou positivo para Covid-19.

Com Jornal da Paraíba