D贸lar sobe e tem 4陋 semana consecutiva de alta frente ao real

Notas de d贸lar 鈥 Foto: Gary Cameron/Reuters

O聽d贸lar聽fechou em alta nesta sexta-feira (24) e marcou a sua quarta semana consecutiva de ganhos, depois que temores de que juros mais altos nas principais economias levem a uma recess茫o abalaram o sentimento global, cen谩rio que 茅 agravado por receios pol铆ticos e fiscais dom茅sticos.

A moeda norte-americana subiu 0,45%, vendida a R$ 5,2528. Na m谩xima, chegou a R$ 5,2754. Trata-se do maior patamar de fechamento desde 8 de fevereiro deste ano (R$ 5,2601).

Com o resultado desta sexta, o d贸lar subiu 2,13% na semana e聽passou a acumular alta de 10,55% no m锚s. No ano, ainda tem desvaloriza莽茫o de 5,78% frente ao real.

L谩 fora, os mercados seguiram pressionados pelas preocupa莽玫es crescentes de que pol铆ticas monet谩rias mais r铆gidas e a infla莽茫o crescente aumentam as chances de uma recess茫o global.

脡tore Sanchez, economista-chefe da Ativa Investimentos, chamou a aten莽茫o para um cen谩rio global que tem se mostrado adverso para ativos de risco, como a莽玫es e divisas de pa铆ses emergentes, nas 煤ltimas semanas.

O pessimismo cresceu desde que o banco central dos聽Estados Unidos, o Federal Reserve, endureceu sua postura de pol铆tica monet谩ria e subiu os juros norte-americanos no maior ritmo desde 1994 neste m锚s, sinalizando mais por vir. Taxas de empr茅stimo altas tendem a restringir a atividade econ么mica, efeito que, no contexto atual, poderia ser exacerbado por desafios como a guerra na Ucr芒nia e sinais de desacelera莽茫o na China.

Na agenda dom茅stica, o IBGE divulgou a聽pr茅via da infla莽茫o de junho, que ficou em 0,69%, acima da taxa de 0,59% registrada em maio. No ano, acumula alta de 5,65% e, em 12 meses, de 12,04%.

A FGV mostrou que a confian莽a do consumidor avan莽ou 3,5 pontos em junho, para 79 pontos. Apesar da melhora, o term么metro ainda segue abaixo do patamar de 1 ano atr谩s.

Investidores t锚m mostrado forte preocupa莽茫o com a discuss茫o de medidas do governo para compensar a alta dos pre莽os dos combust铆veis, que, por arriscarem levar a uma redu莽茫o de receitas tribut谩rias ou at茅 mesmo a aumento de gastos num ano de aperto nas contas p煤blicas, poderiam agravar a credibilidade fiscal do Brasil.

Na v茅spera, o presidente Jair Bolsonaro sancionou, com vetos, o聽projeto que limita o Imposto sobre Circula莽茫o de Mercadorias e Servi莽os (ICMS)聽sobre itens como diesel, gasolina, energia el茅trica, comunica莽玫es e transporte coletivo. Outras medidas atualmente sendo discutidas para aliviar os efeitos da infla莽茫o s茫o eleva莽茫o do Aux铆lio Brasil, aumento no valor do聽vale-g谩s a fam铆lias e cria莽茫o de uma esp茅cie de voucher para caminhoneiros.