DNI: Veja como funciona a identidade digital e descubra como fazer

0
82

O Documento Nacional de Identificação (DNI) reúne em um único documento o CPF, certidão de nascimento, de casamento e título de eleitor. O documento é gerado por um aplicativo gratuito, disponibilizado pelo Governo Federal, e está disponível para download tanto para o sistema Android como iOS.

Aprovado pelo ex-presidente Michel Temer em fevereiro de 2018, o DNI tem validade em todo o território nacional. Além de facilitar a vida do cidadão, a identidade digital permite comodidades como guardar os outros documentos em casa, por exemplo, evitando perdas e emissão de novas vias.

Apesar de possuir um aplicativo próprio, para ter o DNI é necessário cadastrar a biometria em um cartório eleitoral e validar o pré-cadastro virtual em um posto de atendimento. Veja a seguir o passo a passo para emitir o documento.

Biometria

O primeiro passo para conseguir o DNI é ter a biometria registrada em um cartório eleitoral. Caso ainda não possua registro, o cidadão só precisa acessar o site da Justiça Eleitoral, clicar no estado em que reside, verificar as exigências necessárias para a sua região e agendar um horário para efetuar o cadastro.

Passo a passo

Se o cidadão já tiver o cadastro da biometria junto à Justiça Eleitoral, basta seguir o passo a passo:

  • Baixe o aplicativo;
  • Após a instalação do aplicativo, realize o pré-cadastro e verifique qual posto de atendimento foi indicado pelo aplicativo;
  • Compareça pessoalmente ao posto de atendimento indicado pelo aplicativo e valide os dados biométricos, à partir da análise de impressões digitais e fotografias do emitente do DNI.

Caso a Justiça Eleitoral confirme as informações, o cidadão poderá emitir o DNI a partir do seu smartphone ou tablet.

Veja ainda: Receita lança site para regularizar CPF pela internet; Veja como usar