Defesa Civil fica em alerta após fortes chuvas desde a noite de terça

Defesa Civil fica em alerta após fortes chuvas desde a noite de terça

Equipes realizaram atendimentos pela cidade, mas todas sem contabilizar vítimas.

A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes)
dobrou o nível de alerta das equipes que atuam nas unidades operacionais
da Defesa Civil Municipal desde a noite dessa terça-feira (13). A
medida se faz necessária devido às chuvas que vêm caindo na cidade. Os
pontos que estão recebendo maior atenção dos agentes da Defesa Civil são
as áreas onde comumente são registrados maiores incidentes, como parte
do bairro de Mão Luiza, Ribeira, Rocas, Comunidade do Jacó, Passo da
Pátria, e pontos da zona Norte.

O titular da Semdes, João Paulo Mendes, determinou, que além das
equipes responsáveis pelo plantão desta quarta-feira (14), outras que
estão de folga se mantivessem em alerta para a possibilidade de uma
eventual necessidade de ampliar a área de atuação, de acordo com as
demandas de solicitações informadas pelo Centro Integrado de Operações
em Segurança Pública (Ciosp). “Como estamos sempre acompanhando os
boletins meteorológicos dos órgãos oficiais, tomamos essa precaução,
pois a previsão registra mais chuva para cair em Natal nas próximas
horas”, explicou.

Algumas ocorrências foram registradas e atendidas pelas equipes da
Defesa Civil Municipal, porém nenhuma situação chegou a contabilizar
vítimas. Entre as intervenções promovidas pela instituição estão o
isolamento de uma área onde ocorreu rompimento de tubulação na Travessa
Dr. Vulpiano Cavalcante, no bairro de Igapó, na zona Norte. Também na
zona Norte, foi registrada a abertura de uma cratera onde um veículo
chegou a ser engolido e com a ajuda dos agentes de Defesa Civil o
automóvel foi removido e o local isolado com faixas de sinalização.

Ainda foram registrados pontos de alagamento em ruas da cidade, nas
situações onde existe a ameaça das águas invadirem residências a Defesa
Civil é acionada e atua no sentido de canalizar as águas para bocas de
lobo ou outros locais de desague, como também retirando as famílias dos
locais onde existe comprometimento da segurança.

Os técnicos da Defesa Civil de Natal estão monitorando todo o sistema
de chuvas da capital por meio das informações divulgadas pelo Centro
Nacional de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais (Cemaden). Os
pluviômetros do Cemaden instalados na capital informam que nas últimas
24h a área mais atingida por chuvas foi a região do Guarapes I, com
87,26 mm, seguido por Neópolis, 86,77 mm, Nossa Senhora da Apresentação,
81,43 mm, Guarapes II, 71,29 mm, Pajuçara, 65,55 mm, e Nossa Senhora de
Nazaré e Lagoa Nova com 59,43 mm.

Para solicitar a intervenção da Defesa Civil Municipal o cidadão pode
ligar para o número 190, no Ciosp, onde há agentes para direcionar a
ocorrência para as equipes de plantão. “A Defesa Civil atua com foco em
ações preventivas, de socorro e de assistência em casos de desastres
naturais com intuito de evitar ou minimizar danos à população. Qualquer
situação nesse sentido pode acionar a Defesa Civil que deslocaremos uma
equipe para atendimento”, concluiu o secretário João Paulo Mendes.