Daniella diz que Romero mentiu sobre golpe no PSD e pede que ex-prefeito pare de fazer “mimimi”

Em entrevista à uma emissora da capital ontem (04), a senadora Daniella Ribeiro nova presidente estadual do PSD disse não entender os ataques que ela e o irmão, o deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP), vem recebendo por parte do ex-prefeito Romero Rodrigues (PSC). Segundo ela, Romero mentiu ao dizer que não tinha conhecimento da mudança no comando da sigla na Paraíba. Ela pediu a Romero para que pare de fazer mimimi.

Segundo a senadora explicou, não houve traição em relação a troca do comando do PSD, e que tudo foi tratado com o presidente nacional do partido, Gilberto Kassab, e que o ex-gestor de Campina Grande estava ciente dessa construção. Daniella disse que o convite para assumir o PSD ocorreu ainda em outubro do ano passado. Quem também acusou Daniella de golpe no PSD, foi o prefeito de Campina Bruno Cunha Lima.

Ela revelou que o ex-prefeito já vinha demonstrando de que não iria continuar na legenda. “Romero deu sinais de que ja iria sair para o PSC, porque não tinha construído a calda que o levasse a tentar conseguir a eleição para deputado federal”, enfatizou, durante uma entrevista a uma emissora de televisão.

Ela mostrou todo o seu descontentamento com o ex-prefeito, e classificou as atitudes do ex-prefeito como “mimimi”. “Se fosse mulher fazendo isso era mimimi. Agora como é um homem, ninguém está dizendo nada. Então eu quero dizer a ele, pare de fazer esse mimimi”, disparou.

Com PB Agora