Crianças do Bairro São José têm aula sobre permacultura

0
98

As crianças do Bairro São José, em João Pessoa, tiveram nesta terça-feira (15) uma aula prática sobre a implementação da permacultura e seus benefícios para o meio em que vivem. O projeto Ambientarte está sendo realizado numa parceria da Secretaria Executiva da Participação Popular (SEPP) e do Núcleo de Apoio e Gestão Estratégica (Nagep) da Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

As seis crianças que participam do projeto são atendidas pela Escola Cristina Wolpert Betel Brasileiro, que cedeu o espaço para que as aulas práticas e teóricas fossem realizadas. O articulador da Participação Popular, Jonathan Dario, explicou que o número reduzido de crianças se dá por conta da pandemia da Covid-19.

Você já imaginou acertar 14 pontos com apenas 14 JOGOS na Lotofácil ?

Uma plataforma completa com inteligência artificial Que te GARANTE 14 e até 15 Pontos com apenas 14 Bilhetes.
Hoje você poderá se tornar um apostador PROFISSIONAL!

COMPRAR AGORA

ESTA OFERTA PODE SAIR DO AR A QUALQUER MOMENTO, APROVEITE!

“Estamos tendo todos os cuidados com as crianças, com o distanciamento e uso de máscara, para que tenhamos bons resultados, com segurança, deste projeto tão importante”, afirmou.

Kilma Barros, coordenadora do Nagep, falou que nessa aula, os alunos tiveram um pouco mais de conhecimento sobre o terreno, o uso de terra adequado e conheceram o espaço destinado aos trabalhos da permacutura. O objetivo do projeto é proporcionar a participação, desde cedo, das crianças em temas ambientais.

“Fomos mostrar onde vai ser o ambiente e espaço da permacultura. Como exercício, as crianças desenharam um flor e falaram como eles gostariam que fossem o ambiente. Fizemos uma dança, lembrando o 5 de junho, que foi o Dia do Meio Ambiente”, falou.

Para a próxima aula, que será na quinta-feira (17), os alunos já têm um dever de casa. Cada um deverá levar duas garrafas pet de cor verde. “Vamos trabalhar a reciclagem e o significado das cores”, disse Kilma.

O projeto Ambientarte conta, também, com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Secretaria do Meio Ambiente (Semam) e de Luana Leite, conselheira tutelar da Região Praia.