Crédito para MEI: 4 dicas para aumentar as chances de aprovação

0
1611

O Microempreendedor Individual (MEI) que deseja investir na sua empresa para fazê-la crescer e ganhar cada vez mais clientes pode optar pelas modalidades de crédito exclusivas oferecidas pelo bancos à categoria. Os recursos podem ajudar no pagamento de pequenos conta, compra de maquinário e insumos, além de subsidiar o capital de giro por um certo tempo.

Porém, mesmo quem é empreendedor pode enfrentar obstáculos na hora de conseguir a aprovação em empréstimos. Entre os motivos está a falta de relacionamento com as instituições financeiras e o desconhecimento em relação às ofertas oferecidas. Por isso, é muito importante que o MEI entenda seu negócio, quais são suas opções e recursos.

Como aumentar as chances de conseguir crédito?

O primeiro passo para conseguir crédito junto aos bancos é ter um negócio bem organizado, na divisão precisa entre as contas da pessoa jurídica para a pessoa física. Além disso, especialistas recomendam o aprofundamento no empreendimento e nas práticas de investimento em negócios. Confira mais detalhes a seguir:

  • Tenha organização: o MEI que deseja solicitar um empréstimo pela modalidade de empreendedor deve apresentar segurança à instituição. Isso só é possível quando as contas do negócio estão em dia, sem pendências ou com o nome sujo.
  • Diga sempre a verdade: omitir ou mentir sobre aspectos relacionados ao negócio, como lucros e investimentos recebidos, pode prejudicar o empreendedor durante o processo de contratação, visto que o banco tem acesso a todas as informações do solicitante.
  • Construa um relacionamento bancário: possuir vínculo com algum banco, de preferência ao que o crédito será solicitado, ajuda na hora de contratar um empréstimo para MEI. Se o empreendedor não possui relação com a instituição na qual vai solicitar o dinheiro, o Banco Central dispõe da opção “Open Banking”, que permite o compartilhamento de dados dos clientes entre os bancos, com o objetivo de oferecer serviços e produtos a custos reduzidos.
  • Tenha atenção enquanto busca o empréstimo: taxa de juros, limite e prazo para pagar são apenas algumas características importantes de que devem ser observadas durante a contração de uma grana extra para alavancar o negócio. Cooperativas de crédito costumam ter cobranças menores em comparação aos bancos mais tradicionais.

Por tudo isso, existem muitas formas de se conseguir um empréstimo pela modalidade de microempreendedor sem correr risco de afetar o negócio. Opções de financiamento, entre reembolsáveis e não reembolsáveis, também são uma excelente alternativa para quem está em busca de novos formatos de crédito.

Leia ainda: Biz Capital: Empréstimos de até R$ 200 mil para MEI com juros a partir de 1,99% a.m