Coordenação Especial da Sedec comemora Dia Nacional dos Surdos com visita a alunos

0
103

No próximo sábado (26), comemora-se o Dia Nacional dos Surdos e o Dia Internacional da Linguagem de Sinais. Para comemorar as datas, a Coordenação Especial da Secretaria de Educação (Sedec) da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) fará uma visita surpresa nas residências de alguns alunos, no período de quarta-feira (23) a sábado (26).

“Tudo está sendo articulado com a equipe para garantir a eles um dia especial, com todas as recomendações e cuidados necessários que exige a OMS e a Secretaria de Saúde do Munícipio, neste período da pandemia da covid-19”, comentou Rosângela Melo, assessora pedagógica na coordenação de Educação Especial da Sedec.

A Secretaria de Educação do Município possui 85 alunos surdos matriculados na sua rede de ensino. Para garantir o acesso destes alunos à educação, a Sedec conta com 19 intérpretes ouvintes, 10 intérpretes surdos (instrutores de Libras) e 16 professores de Libras. Os alunos estão distribuídos em 29 unidades escolares.

Os pais ou responsáveis que desejarem a indicação de escolas onde já há um trabalho estruturado com alunos surdos, podem ligar para a Sedec, no telefone 83. 3218.5934, em horário comercial ou ainda pelo 83. 3218. 9280 direto com a Diretoria de Gestão Curricular da Sedec. Além disso, a PMJP oferece cursos de Libras no Centro de Línguas Estrangeiras (Celest) e no Centro de Inclusão para a Pessoa com Deficiência (CIPD), garantindo assim a divulgação e propagação das Libras.

A dona de casa Josivânia Silva Moreira tem duas meninas que nasceram com surdez, Eloah (7 anos) e Elaine (15 anos), que são assistidas pela Coordenação de Inclusão da Sedec. Uma está cursando o fundamental I, na Escola Municipal de Ensino Fundamental Padre Leonel da Franca e a maior estuda na EMEF Fenelon Câmara e está no nível fundamental II.

Neste período da pandemia, Eloah, Elaine e seus amigos de escola continuaram tendo as aulas acessíveis em Libras, por meio de gravações em vídeos pelos professores ouvintes e traduzidas para Libras pelos intérpretes ouvintes e intérpretes surdos (instrutores de Libras).

A acessibilidade continua com as gravações das aulas em estúdio produzidas pelos professores ouvintes e traduzidas para Libras, pelos intérpretes ouvintes. Essas aulas são exibidas em canal aberto, pela TV Câmara de João Pessoa, no canal 6.2. “Contamos ainda com uma página no Site da PMJP, a página Conexão Escolar, onde todas as aulas são acessíveis em Libras. Os alunos ainda contam com chamadas de vídeos via Whatsapp para os momentos de tiram dúvidas com acompanhamentos em Libras”, acrescentou Rosângela Melo.

A mãe das meninas comenta que a mais velha ajuda muito a menor e que neste período da pandemia a escola onde estudam programou também exercícios e atividades para serem realizadas em casa, com o acompanhamento dos pais.

Saúde – Para perceber se uma criança é surda, os pais devem fazer o exame de audiometria, com o qual será emitido um laudo sobre a situação, na Fundação Centro Integrado de Apoio à Pessoa com Deficiência (Funad), localizada no Conjunto Pedro Gondim ou no Hospital Edson Ramalho, no Jardim 13 de Maio. Nos dois lugares há atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O principal objetivo dessas datas comemorativas é propor a reflexão e o debate sobre os direitos e a luta pela inclusão das pessoas surdas na sociedade. No Brasil, a Lei nº 10.436/2002 foi um marco importante para a comunidade surda brasileira, ao reconhecer a Língua Brasileira de Sinais (Libras) como meio legal de comunicação e expressão e determinar o apoio na sua difusão e uso pelo poder público. Os surdos constituem 3,2% da população, ou seja, aproximadamente 5,8 milhões de brasileiros, segundo dados do Ministério da Saúde.

Na comunicação por Libras, é utilizada a “datilologia”, um sistema de representação simbólica das letras do alfabeto, soletradas com as mãos. Nessa linguagem existem sinais para quase todas as palavras conhecidas. Para a execução dos sinais, usa-se o movimento das mãos, além das expressões facial e corporal, quando necessário.