Confira como antecipar o saque do auxílio emergencial

0
152

A Caixa Econômica Federal pagou na última sexta-feira (16) uma nova rodada do auxílio emergencial. Trabalhadores informais e inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal, nascidos em novembro, podem sacar. O dinheiro foi depositado nas contas poupança digitais da Caixa em junho. É possível acompanhar a movimentação pelo aplicativo Caixa Tem.

  • Cadastrados no CadÚnico poderão pagar menos energia

O valor do benefício pode ser transferido, gratuitamente, para conta corrente de outros bancos. Antes da liberação para saque, o dinheiro podia ser movimentado apenas dentro do app. Por meio do Caixa Tem é possível pagar contas e fazer compras virtuais ou presenciais (por QR Code).

Entretanto há formas de conseguir sacar o dinheiro antes do período estipulado. Isso pode ser feito por meio de boletos bancários que depositam o valor em outra conta ou através de Pix.

Como sacar o dinheiro do auxílio emergencial antecipadamente por Pix

Esse procedimento pode ser realizado assim que o crédito do auxílio cai na conta do app Caixa Tem. 

Basicamente, o que precisa ser feito é uma transferência do dinheiro via Pix. Porém, o valor não pode ser transferido para conta que tenha a mesma titularidade do beneficiário.

Por isso, para realizar o procedimento, o dinheiro pode ser transferido para um amigo ou parente. Essa pessoa pode sacar o valor para o beneficiário ou redirecionar para outra conta.

Confira o passo a passo de como efetuar a transferência:

  • Abra o aplicativo Caixa Tem;
  • Clique na opção do Pix;
  • Toque em “Vamos lá”;
  • Selecione a opção de chave Pix que você deseja cadastrar;
  • Toque em Cadastrar chaves selecionadas;
  • Informe a senha da sua conta no Caixa Tem e aguarde a confirmação.
  • Auxílio emergencial 2021

    O auxílio emergencial foi criado, originalmente, em 2020. No ano passado, foram cinco parcelas de R$ 600, sendo que mães chefes de família recebiam o dobro. O valor proposto pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) era de R$ 300, mas foi elevado pelos deputados.

    O auxílio foi estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300. As mães chefes de família monoparental também receberam o valor dobrado.

    Em 2021, o auxílio prevê 4 parcelas que variam de R$ 150 a R$ 375. Recebem o mínimo, beneficiários que moram sozinhos, os demais ganham o auxílio de R$ 250. Mulheres chefes de famílias monoparentais recebem R$ 375.

    Regras para receber o auxílio emergencial em 2021

    Pelas regras estabelecidas neste ano, o auxílio continua sendo pago às:

    • Famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo;
    • É necessário que o beneficiário já tenha sido considerado elegível até o mês de dezembro de 2020, pois não há nova fase de inscrições;
    • Para quem recebe o Bolsa Família, continua valendo a regra do valor mais vantajoso, seja a parcela paga no programa social, seja a do auxílio emergencial.

     

    Leia também: Auxílio emergencial: pagamento da 4ª parcela começará antes do fim do 3º ciclo