Conexão Mulher

Doutor, já estou com 16 semanas e tenho a impressão de que estou enjoando cada vez mais. Por que isso está acontecendo e o que fazer para amenizar? Esta é a minha segunda gravidez e na primeira também tive o mesmo problema.

Sônia Linhares Alcântara, 28 anos, auxiliar de logística

 

Os enjoos da gravidez surgem, em boa parte das mulheres, a partir do primeiro mês de gestação e, geralmente, amenizam a partir do sexagésimo dia, fase em que o Beta HCG (hormônio produzido durante a gestação pelas células precursoras da placenta) começa a diminuir. Até a 12a semana, esses sintomas costumam desaparecer. Nessa fase a placenta já atingiu a maturidade funcional. No entanto, os sintomas gastrointestinais costumam se manter em algumas gestantes até a primeira metade da gravidez e, em outra parte, durante todo o período gestacional. O pré-natal é importante para diferenciar as causas de enjoo e orientar a futura mamãe. O fundamental é saber se a gestação está evoluindo satisfatoriamente ou as náuseas e vômitos comprometem o processo. O primeiro sinal é a perda de peso decorrente do prejuízo nutricional. A hidratação é fundamental, e a alimentação fracionada em seis pequenas refeições. Comer um alimento seco, como torradas e bolacha água e sal antes de dormir, costuma dar bons resultados. Como a gestante tem baixa de ácido clorídrico, convém tomar suco de limão, que tem o mesmo pH do estômago. Além disso, evite gorduras e condimentos; já o gengibre é uma boa pedida, assim como a vitamina B6. Fundamentalmente, mantenha-se tranquila e aproveite cada etapa da gravidez.

 

Não fique em dúvida!
Envie sua pergunta para esta coluna.

Dr. Antonio Pedro Auge é tocoginecologista e professor adjunto da Santa Casa de São Paulo

E-mail: pedroauge@metronews.com.br