Complexo Hospitalar Municipal Pedro I alcança 3 mil altas de pacientes

0
66

O Complexo Hospitalar Municipal Pedro I, maior unidade hospitalar de tratamento de pacientes com covid-19 do estado da Paraíba e único com perfil de hospital porta aberta de Campina Grande, alcançou nesta quarta-feira, 15, a marca de 3 mil pacientes que receberam alta médica.

São mais de 3 mil pessoas, tratadas e recuperadas através do trabalho do serviço, que dispõe de 165 leitos, sendo 105 de enfermaria e 60 de UTI. É o hospital com o maior índice de altas de pacientes no estado da Paraíba. “Estamos extremamente felizes em alcançar essa marca. São mais de 3 mil vidas preservadas”, comemorou o diretor técnico da unidade, o médico Tito Lívio.

Você já imaginou acertar 14 pontos com apenas 14 JOGOS na Lotofácil ?

Uma plataforma completa com inteligência artificial Que te GARANTE 14 e até 15 Pontos com apenas 14 Bilhetes.
Hoje você poderá se tornar um apostador PROFISSIONAL!

COMPRAR AGORA

ESTA OFERTA PODE SAIR DO AR A QUALQUER MOMENTO, APROVEITE!

Atualmente, a unidade tem ocupação de 23% da UTI e 19% da enfermaria. Com o controle dos casos, a direção agora realiza reforma de melhorias na estrutura de algumas alas, principalmente no centro cirúrgico, que está sendo ampliado e modernizado, já que o hospital é o mais antigo de Campina Grande, com quase cem anos de fundação.

Nesta quarta-feira, 15, o Município também atingiu outra marca importante. Desde o início do ano, a ocupação de leitos da covid-19 em UTI atingiu a sua menor marca, chegando a 18%, o que corresponde a 24 leitos ocupados dos 131 de UTI da rede pública para pacientes com o novo coronavírus.

Nesta semana, a cidade também alcançou mais uma conquista no enfrentamento à pandemia, com o esvaziamento da Unidade Obstétrica de Superação da Covid-19 (UNIDOS) do Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (ISEA). A ala zerou a internação de gestantes e puérperas com a doença.