Como proteger seu corpo do cálculo renal

Pedra nos rins ou cálculos renais são um problema bastante incômodo. O que muitas pessoas não sabem é que há tipos diferentes de pedra, e conhecer quais são é fundamental. Dependendo da pedra que se forma em seu organismo, uma alimentação correta pode evitar que novos cálculos renais se formem.

Não importando o tipo de pedra que você tenha em seus rins, é essencial beber muita água. Tomar pelo menos dois litros por dia auxilia a diluir os minerais na urina, além de eliminar bactérias. O cheiro e a cor da urina indicarão se o consumo de água está adequado. Ela precisa estar cristalina e sem odor. Sucos naturais de frutas, água de coco e chás também ajudam.

Tipos de pedra e a melhor alimentação para evitá-las

Oxalato de cálcio

Primeiro é importante evitar alimentos ricos em oxalato. Espinafre, beterraba, morango, chocolate, soja, castanhas e nozes devem ter seu consumo diminuído, assim como café e chá preto. Diminua também o sal nos alimentos e produtos ricos em sódio. De qualquer forma, aumente o consumo de frutas e de verduras em geral. Evite suplementos de cálcio, proteína e vitaminas C e D sem orientação.

Ácido úrico

Proteínas em geral devem ser reduzidas se quiser evitar novas pedras de ácido úrico. Evite, então, carne vermelha, frango e peixe. Isso fará com que o pH da urina volte ao normal. Além disso, o consumo da famosa cervejinha e das demais bebidas alcoólicas deve ser reduzido ou mesmo cortado.

Estruvita

As pedras de estruvita costumam se formar após infecções urinárias. É importante, portanto, fortalecer seu sistema imunológico. Inclua na sua alimentação morango, castanhas, sementes de girassol e tomate.

Cistina

Essas pedras são mais raras de aparecer. Basicamente diminuir o consumo de sal e aumentar o de água é a melhor prevenção para evitá-las.

Tenha em mente sempre a seguinte dica: carregue uma garrafa de água na bolsa ou na mochila todos os dias. Quanto mais líquidos saudáveis ingerir, melhor seu corpo filtrará os minerais em seu corpo.

As dicas deste artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. E para obter os resultados mencionados também é preciso aliar a uma vida e alimentação saudável e equilibrada.

Confira no vídeo abaixo mais algumas dicas para evitar essas terríveis crises de pedra nos rins:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *