Como fazer uma drenagem linfática caseira

Não tem nada mais chato do que se olhar no espelho e se ver enorme!

Algumas vezes, nem é gordura o problema, mas o famigerado inchaço que, muitas vezes, escolhe a região abdominal para se alojar.

E aí você experimenta a roupa e se sente um saco de batatas!

Mas tem como melhorar isso, sabia?

Uma massagem que você mesma pode fazer, e que vai ajudar a tratar esse inchaço.

Veja, neste artigo, como fazer uma drenagem linfática sem sair de casa

Algumas recomendações antes de começarmos:

  • Compre um creme apropriado para esse tipo de massagem, de preferência, que possua ingredientes como cafeína e extrato de capsicum. Você pode encontra-lo em farmácias e lojas especializadas.
  • Não esqueça de realizar de dez a quinze repetições dos movimentos por sessão.

Veja como fazer

1º Passo

Estique a mão sobre a barriga e realize pequenos movimentos em círculos, fazendo uma suave pressão no sentido horário. Faça isso devagar, até completar de 10 a 15 voltas.

2º Passo

Pare na região em volta do umbigo e dê umas batidinhas leves, fazendo um pouco de pressão.

Faça isso por, pelo menos, dez ou quinze respirações longas.

3º Passo

Com os punhos fechados, encaixe as mãos na cintura e faça uma leve e demorada pressão, com movimentos transversais em direção à pelve. Não se esqueça de repetir.

4º Passo

Agora, ainda com os punhos fechados, faça movimentos da região do estômago até a pelve. Aqui, também, não vá esquecer de repetir devagar e continuamente.

5º Passo

Vamos voltar ao 2º passo. Desta vez, a massagem será feita com as mãos abertas.

6º Passo

Voltemos também um pouco atrás. Vamos repetir todos os movimentos do 3º passo, só que com as mãos abertas.

Para finalizar:

Realize o 1º passo novamente. Respire profundamente e levante-se devagar.

Atenção: Se você sentir qualquer desconforto, pare de fazer as massagens e procure um médico. Nossas dicas não substituem uma consulta a um especialista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *