Com aval de Bolsonaro, Nilvan enfrenta 2ª eleição

O comunicador Nilvan Ferreira chega à convenção partidária do PL hoje (05), a partir das 10h, no Garden Hotel, em Campina Grande.

Nilvan se coloca para o eleitorado paraibano como único pré-candidato representante da direita conservadora no estado.

Ele concorreu pela primeira vez a um mandato eletivo nas eleições municipais de 2020 quando disputou à prefeitura da Capital pelo MDB.

Chegou ao segundo turno contra Cícero Lucena (eleito) e à frente de nomes já tarimbados da política pessoense e paraibana, a exemplo do deputado federal Ruy Carneiro e o ex-governador Ricardo Coutinho.

Nilvan lançou a pré-candidatura ao governo com o discurso de que era o único nome que defendia os projetos do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Após intervenção, perdeu o comando do PTB e, a convite do deputado federal Wellington Roberto, se filiou ao partido do presidente que avalizou a pré-candidatura de Nilvan ao Governo.

Com Bruno Roberto, na disputa pela vaga ao Senado, a expectativa é de que a convenção partidária homologue uma chapa “puro sangue” com a indicação do vice também do PL.

Três nomes são cotados: a médica Annelise Meneguesso, o deputado estadual Moacir Rodrigues e Arthur Almeida (Bolinha). Todos de Campina Grande.

Voltando à direita conservadora, quem também se apresenta como representante é o pastor Sérgio Queiroz, candidato ao Senado pelo PRTB. Apesar de ter sido ministro de Bolsonaro, acabou preterido pelo PL e não conta com apoio de parte do bolsonarismo.

da Redação