Clamídia: o que é, sintomas, em homens, tratamento, tem cura?

O que é clamídia?

Clamídia é como é conhecida a infecção causada pela bactéria Chlamydia trachomatise é a patologia sexualmente transmissível (DST) bastante comum no mundo. Na maior parte das vezes ela é assintomática, o que auxilia em sua propagação, já que não necessita, de sintomas para ser transmitida.

Pela ausência de sintomas, a clamídia passa facilmente despercebida. Por isto se você fez relações sexuais sem preservativo, é importante fazer os exames para descobrir se a pessoa está contaminada. A clamídia está ligada à gonorreia.

Como o quadro clínico da clamídia pode ser muito parecido com o da gonorreia, é comum o médico prescrever um tratamento que atue sobre as duas bactérias. Geralmente associa-se ceftriaxona com a azitromicina

De acordo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 92 milhões de pessoas são contaminadas com a bactéria anualmente É uma doença de fácil terapia Entretanto pode gerar efeitos graves como a infertilidade se não tratada.

A infecção pode ser assintomática. Quando os sintomas aparecem, são parecidos nos dois sexos: dor ou ardor ao urinar, aumento do número de micções, presença de secreção fluida. As mulheres podem apresentar, ainda, perda de sangue nos intervalos do período menstrual e dor no baixo ventre.

Qual o tratamento?

O tratamento da clamídia é fácil sendo feito com administração de antibióticos. A Azitromicina em dose única de uma grama é o antibiótico bastante prescrito. O paciente infectado precisa permanecer pelo menos 7 dias sem atividade sexual logo após o início do tratamento (leia: AZITROMICINA – Indicações, Doses e Efeitos Colaterais).

Uma alternativa à azitromicina é a Doxiciclina por 7 dias. Nos pacientes com linfogranuloma venéreo ou infecção anal pela clamídia, o regime com doxiciclina é o mais indicado.

O período de incubação é de aproximadamente 15 dias, fase em que é possível o contágio.

Responsável por diversas doenças respiratórias, entre elas uma pneumonia bacteriana atípica, que é uma pneumonia que não é causada pelos agentes mais comuns da doença. A infecção aguda desta bactéria costuma ser confundida com asma.

Se a paciente de clamídia estiver grávida e realizar parto normal, é possível que a doença seja transmitida para o bebê. Isso é problemático, pois a criança pode sofrer consequências graves dessa infecção, podendo ficar cega.

NUNCA se automedique ou interrompa o uso de um medicamento sem antes consultar um médico. Somente ele poderá dizer qual medicamento, dosagem e duração do tratamento é o mais indicado para o seu caso em específico. As informações contidas neste site têm apenas a intenção de informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um especialista ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Siga sempre as instruções da bula e, se os sintomas persistirem, procure orientação médica ou farmacêutica.