CG: assassino “Anderson Maravilha” é condenado a 20 anos de cadeia, mas continua escondendo mandante

0
72
Foto: Reprodução

O acusado pela morte de Wellison Anderson Pereira França, em abril de 2018, foi condenado a 20 anos de prisão, em regime fechado.

O acusado identificado como Everton Rodrigues Silva Santos, matou Wellison, conhecido como Anderson Maravilha, na noite do dia 10 de abril de 2018, com oito tiros de uma pistola ponto 40. O crime ocorreu no bairro do Santa Rosa, Zona Oeste de Campina.

O julgamento no qual decidiu a pena de Everton, ocorreu nesta quinta-feira (13), n Fórum Affonso Campos, por conta da pandemia não houve a presença de público, inclusive a família da vítima não pode comparecer também ao julgamento.

Durante a ocasião não restaram dúvidas de que foi Everton que matou Anderson a tiros, inclusive ele já havia confessado o crime, mas de acordo com investigações, existe um mandate e em nenhum momento, o acusado informou quem foi esse mandante.

Entenda o caso

Anderson Maravilha que na época tinha 31 anos, foi assassinado a tiros na noite 10 de abril de 2018 na frente de casa, na Rua São Pedro, no Bairro Santa Rosa.

Foto: Reprodução

O acusado pelo crime, estava a pé e acompanhado por uma mulher que estava com uma criança, segundo informações obtidas pela polícia civil, até que em determinado momento a mulher entregou uma arma ao homem e ele efetuou os disparos.

Um detalhe é que em 2016 Anderson Maravilha foi candidato a vereador em Campina Grande e obteve 926 votos ficando na 1ª suplência da sua coligação.

Ele era casado deixou mulher e uma filha que hoje tem três anos e quatro meses.

Com Redação e Renato Diniz