Cerveja deve ficar mais cara nos bares e restaurantes em agosto

Foto: Reprodução

O reajuste da cerveja costuma acontecer entre setembro e outubro. Mas, segundo os empresários, o aumento deve ser notado ainda no mês de agosto.

A previsão de alta do preço da cerveja nos bares vem como consequência do aumento do preço da bebida nos supermercados, que já é de 9,38% em um ano. Segundo Paulo Solmucci, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), a cerveja representa de 20% a 60% do faturamento desses estabelecimentos, dependendo do perfil de cada um.

Questionado sobre a possível alteração nos preços, o grupo Heineken afirmou que, “por direcionamentos globais, não comenta sua estratégia de preço”.

Já a Ambev, dona de marcas como Brahma, Antarctica, Skol e Bohemia, respondeu que “o foco neste momento está em atender as diferentes realidades dos consumidores, oferecendo um portfólio variado e apostando fortemente nas embalagens retornáveis”.

da Redação