Cefaleia: Dor de cabeça em pessoas que nunca tiveram pode indicar Covid, alerta médico

0
68

Estresses do dia a dia e cansaço do corpo são algumas das causas de cefaleia, ou seja, dores de cabeça. Entretanto, pode indicar também sintomas do novo coronavírus (covid-19) o fato de pessoas sem histórico de apresentar este incômodo começarem a ter de dor de cabeça de forma contínua, nos últimos meses. O alerta é do clínico-geral João Carlos, da Hapvida.

“É sempre normal uma dor de cabeça, mas é sempre bom investigar . A covid, que hoje é uma doença muito em voga, pode ter a cefaleia como um dos sintomas da infecção. A dor de cabeça não é a doença, mas sim um dos sintomas”, explica.

João Carlos orienta a pessoa que normalmente nunca teve dor de cabeça e começa a sentir o incômodo de forma diária e intensa é bom procurar um atendimento médico. Ele enfatiza que é comum pacientes que tiveram o novo coronavírus reclamar de sentir dores de cabeça, que é considerado um sintoma pós-covid.

“Além da dor de cabeça, é muito frequente o paciente relatarem dispneia, dores ou dormência nas pernas, e até já recebemos relatos de queda de cabelo; essas são sequelas da covid. É normal por um certo tempo, mas se essa dor de cabeça ficar mais crônica, é bom procurar atendimento médico para investigar se há outras causas, além da covid”, recomenda o médico.

AUTOMEDICAÇÃO

João Carlos ainda faz um alerta para a automedicação. Segundo o médico, paciente que toma analgésico a cada um ou dois meses, por conta da dor de cabeça, não é algo considerado perigoso. Todavia, fora dessa situação, o consumo frequente pode ocasionar outros tipos de dores de cabeça, conhecida pela medicina como cefaleia medicamentosa.
“O uso crônico do analgésico ocasiona mais dor de cabeça. Quando você para de tomar e depois volta a sentir, é porque o organismo já sente a falta da medicação”, esclarece João Carlos, enfatizando que o recomendável é só tomar um analgésico quando a dor for muito intensa, em raras ocasiões.

Com Ascom