CDI e CDB: saiba mais sobre uma das melhoras formas de investir o seu dinheiro

Quem deseja começar a fazer investimentos de renda fixa precisa ficar atento. No sempre dinâmico mercado financeiro o que não faltam são siglas e abreviações que podem complicar a sua vida e fazer você perder dinheiro. Por isso, hoje, nós vamos explicar o significado de duas siglas semelhantes, que dependem uma da outra, mas diferentes: CDI e CDB.

CDI

O CDI significa Certificado de Depósito Interfinanceiro, mas pode ser conhecido também como Certificado de Depósito Interbancário. O nome completo talvez não ajude muito a entender o que significa, mas não é assim tão complicado. De forma resumida, o CDI é como se fosse uma maneira que os bancos e outras instituições financeiras utilizam para pegar dinheiro emprestado entre eles e evitar que fiquem com caixa negativo.

Imagine que um dia centenas de pessoas resolvam sacar dinheiro ao mesmo tempo e no mesmo banco. Corre o risco de o banco ficar sem dinheiro em caixa. Para isso não acontecer e também atender a algumas outras exigências do Banco Central entra em ação o CDI. O banco que precisa de dinheiro oferece um CDI para outro que tenha dinheiro em caixa e assim o empréstimo é feito, com as devidas cobranças de juros, que nada mais são que a conhecida taxa Selic.

Mas se o CDI só é feito entre instituições financeiras (e você provavelmente não é dono de uma) o que isso tem a ver com você ou com seus investimentos? É aí que entra o CDB.

CDB

CDB é Certificado de Depósito Bancário. Depois de entender o CDI, entender o CDB não se torna tão difícil. Aqui, em vez de um banco pegar dinheiro emprestado com outro, ele pega dinheiro emprestado com os próprios clientes, e é aí que entra a sua oportunidade de investimento.

Você investe esse dinheiro por um tempo acordado com o banco e, após esse período, é feito o resgate acrescido do valor do rendimento. E esse rendimento pode ser previsto justamente em cima do CDI, vai depender para qual banco você vai oferecer um CDB. Instituições financeiras mais robustas precisam de menos dinheiro emprestado e, assim, o rendimento oferecido por um CDB pode ser menor. Em contrapartida, um banco de porte pequeno ou médio pode ver com bons olhos o seu interesse no CDB e oferecer até 100% do CDI.

No último valor divulgado o CDI estava em 6,9%. Só para se ter uma ideia, quando 2017 começou o CDI estava em 13,6%. Não é difícil saber qual o valor do CDI, ele é quase sempre idêntico ao valor da taxa Selic.

Para entender na prática, vamos supor que o CDI esteja em 10% ao ano e o banco faz um acordo pré-fixado em 90% do CDI. Isso significa que se você se você investir 10000 reais em um CDB, ao final de um ano você vai resgatar 10900 reais.

Pode parecer pouco, mas este mesmo valor, aplicado na poupança, pelo mesmo período de um ano, renderia 10600 reais. Cabe a você acompanhar a variação da taxa CDI e conversar com o seu gerente sobre as condições que o banco está disposto a oferecer por um CDB. Há bancos, por exemplo, que permitem o resgate do valor investido a qualquer momento. Outros, apenas após o valor estipulado. Há ainda a cobrança do imposto de renda que é feito em cima do valor resgatado. Quanto maior o tempo de duração do CDB, melhor será esse imposto. No caso de empresas menores, esse valor pode até nem ser cobrado.

Se você chegou até o fim desse texto com alguma dúvida tudo bem. A explicação foi, de fato, bem básica, justamente para não complicar muito. Se você quiser aprender mais sobre o assunto, pode clicar aqui e entender de forma detalhada como o CDI influencia os investimentos, além de aprender o significado de outras siglas e expressões típicas do mercado financeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *