Longa Duração: Fiat Argo vai para a praia e conquista um surfista

Argo em Praia Grande, entre Paraty e Angra dos Reis (RJ)Quatro Rodas

O fotógrafo freelancer Renato Pizzutto, dono de uma perua Palio Weekend 1.6 2012, usou o Argo de Longa Duração para ir da capital paulista até o litoral do Rio de Janeiro, entre as cidades de Paraty e Angra dos Reis.

O relacionamento durou pouco. Mas, apesar de curto, ficou sério.

Antes mesmo de estabelecer um contato maior com o Argo, Pizzutto já era só elogios: “Ao vivo, ele é ainda mais bonito. Costumo gostar de carros maiores porque sempre carrego muitos equipamentos de fotografia e viajo muito, mas até que o Argo é um carro de presença”.

Porém, não foi apenas pela estética que o hatch conquistou o fotógrafo-surfista.

Na carona, uma prancha de surfeQuatro Rodas

“Não sou do tipo que gosta de fortes emoções ao volante, tenho um perfil bem tranquilo. Para mim, o desempenho do motor 1.3 do Argo é mais do que suficiente. Agora, o que impressionou mesmo foi o baixo consumo de combustível. Por longos trechos, o computador indicava uma média de 18 km/l. De quebra, o nível de conforto, tanto de rodagem como de equipamentos, está de bom tamanho para mim.”

Mais do que um caso de amor de verão, nascido de um encontro na praia, o relacionamento ficou sério.

Parece que esse namoro vai subir a serra.

Veja também

  • TestesComparativo: Novo Polo 1.0 TSI x Fiat Argo 1.8 x Hyundai HB20 1.627 out 2017 – 15h10
  • TestesTeste: Fiat Argo 1.3 GSR, o problema está no câmbio7 nov 2017 – 19h11
  • TestesLonga Duração: start-stop do Fiat Argo paralisa o ar-condicionado27 fev 2018 – 19h02

“Pretendo trocar de carro e já andava meio que de olho no Argo, mas tinha medo de sair da Palio Weekend. Mas esse test-drive me convenceu. Ainda que menos espaçoso do que minha velha SW, o hatch compensa com bons equipamentos e um consumo excelente. O carro me convenceu.”

Como ninguém é perfeito, nunca é demais lembrar que o Argo andou dando alguns pequenos defeitos, como travamento da tela central e mau funcionamento das portas USB e do tilt-down.

Destes, apenas o terceiro voltou a se manifestar após a revisão dos 30.000 km. Agora, às vésperas da parada dos 40.000 km, pediremos uma nova verificação.

Fiat Argo –  35.952 km

Consumo

  • No mês: 15,8 km/l com 16,8% de rodagem na cidade
  • Desde set/17: 13,5 km/l com 25,7% de rodagem na cidade
  • Combustível: flex (gasolina)

Gastos no mês

  • Combustível: R$ 1.607

Ficha técnica

  • Versão: Drive 1.3 8V
  • Motor: 4 cilindros, dianteiro, transversal, 1.332 cm3, 8V, 109/101 cv a 6.000/6.250 rpm, 14,2/13,17 mkgf a 3.500 rpm
  • Câmbio: manual, 5 marchas
  • Seguro (perfil QUATRO RODAS): R$ 2.271
  • Revisões (até 60.000 Km): R$ 3.260