Jeep confirma e Renegade híbrido surge no início de 2020

Na reestilização, o farol de led e piscas ficam mais afastadosJeep

No dia 1º de junho, a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) apresentou planos de longo prazo para as inúmeras marcas sob seu guarda-chuva.

No caso da americana Jeep, os projetos contemplavam, entre outros, a criação de uma variante plug-in híbrida do Renegade. Agora a marca dá mais detalhes e confirma que o SUV ecologicamente correto será vendido no começo de 2020.

No meio desse ano, a FCA revelou planos de todas as suas marcas até 2022, inclusive da JeepDivulgação

O modelo será produzido em Melfi, na Itália, juntamente com o Renegade convencional e também o Fiat 500X. Cerca de 200 milhões de euros – quase R$ 900 milhões – serão investidos na fábrica. Ano que vem algumas unidades pré-série serão construídas para testes e validações.

O montante será destinado a adaptação e modernização da unidade, treinamento de funcionários e, claro, ao desenvolvimento do conjunto híbrido. Este, por sua vez, deve ser formado por um motor elétrico e outro a combustão – possivelmente o Firefly turbo com injeção direta recentemente introduzido na Europa.

Por ser um híbrido Plug-in (PHEV), o Renegade poderá ser recarregado em tomadas convencionais ou estações públicas de recarga.

Agora, o Renegade tem opções de rodas até aro 19Jeep

Ainda é cedo para falar se ou quando o Renegade híbrido vem ao Brasil. O movimento mais a curto prazo no SUV por aqui é a reestilização que acontece ainda esse mês. As mudanças se concentram basicamente no design.

Os faróis ganharam iluminação com leds, a grade está mais inclinada e há rodas de liga leve maiores, com opções até o aro 19. Os novos motores turbinados virão apenas em uma segunda etapa, em 2020. O Renegade brasileiro manterá o 1.8 flex e 2.0 turbodiesel.

Veja também

  • Longa Duração: o desmonte do Jeep Renegade
  • Jeep Renegade Limited, a nova estrela da FCA
  • Segredo: Novo Jeep Renegade será apresentado em outubro

O Renegade híbrido é mais um passo da FCA rumo a eletrificação da gama. O grupo já colocou no mercado a versão PHEV da minivan Pacífica e introduziu uma configuração semi-híbrida  com a nova gera Dodge Ram 1500.