Carros mais vendidos? Quem cai no ranking sem vendas para locadoras

0
279

Muitos carros que são líderes entre os mais vendidos ou estão sempre na ponta do ranking, não teriam o mesmo desempenho sem que as vendas diretas fossem contabilizadas. Essa modalidade, que é um filão para montadoras e locadoras de veículos, cria uma distorção nos números apresentados pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) ano após ano.

As vendas diretas são aquelas realizadas pela própria fábrica e incluem a comercializações dos carros para locadoras (que são revendidos seminovos após certo tempo de uso a uma boa margem de lucro) e as negociações que atendem frotistas, como empresas, taxistas, produtores rurais e ao publico enquadrado como “Pessoa com Deficiência” (PCD).

O Olhar Digital separou os “principais perdedores” quando as vendas diretas não estão contabilizadas. A conta é realizada da segunte maneira: o emplacamento total dos dois meses, menos as vendas diretas daquele modelo. Com isso, temos os “números reais”, onde mostram as verdadeiras posições dos veículos no ranking. A lista acaba por ser formada, basicamente por Volkswagen e Fiat, marcas que disputam a liderança do mercado nacional:

Versão esportiva da Saveiro. Imagem: Volkswagen/Divulgação

A picape compacta Saveiro sofreria registraria uma queda imensa. No acumulado do ano, aproximadamente 91% das suas vendas destinadas foram diretas. Ou seja, dos 5.019 emplacamentos, 4.597 foram na modalidade. Com 422 unidades emplacadas somente, a Saveiro estaria de fora da lista dos 50 mais vendidos do Brasil.

Versão Sporting 2018 do Fiat Uno. Imagem: Divulgação/FiatVersão Sporting 2018 do Fiat Uno. Imagem: Divulgação/Fiat

Parece que “Uninho” realmente vive de “colocar escada no teto”. Das 4.022 unidades vendidas, 3.085 são emplacamentos de vendas diretas, restando apenas 937 carros vendidos para consumidores comuns. Com os “números reais”, o Fiat Uno – que pode sair de linha no final do ano – iria de 21º para 46º na tabela, atrás do Citroën C4 Cactus.

Fiat Strada. Imagem: Divulgação/FiatFiat Strada. Imagem: Divulgação/Fiat

A picape queridinha do mercado nacional chegou a liderar um mês de emplacamentos totais em 2020, mas e se contarmos que é praticamente de vendas diretas? Dos 18.602 emplacamentos até fevereiro, 14.718 são vendas diretas e, no ranking, cairia da 2ª colocação para a 22ª, atrás do Fiat Uno, com 3.884 exemplares.

Jeep Renegade. Imagem: Divulgação/JeepJeep Renegade. Imagem: Divulgação/Jeep

Líder entre os SUVs compactos, Jeep Renegade registrou 12.925 unidades emplacadas no acumulado dos dois primeiros meses de 2021. No ano, isso dá ao “queridinho” dos brasileiros a 5ª colocação entre veículos comerciais leves mais emplacados, mas sem as 9.292 unidades de vendas diretas, o Renegade ficaria em 27º. Cerca de 71% das vendas do compacto SUV, atualmente, são para essa modalidade

Volkswagen Gol. Imagem: Volkswagen/DivulgaçãoVolkswagen Gol. Imagem: Volkswagen/Divulgação

O veterano Gol tem fôlego no mercado e totaliza 12.124 unidades emplacadas até fevereiro. Sem as vendas diretas de 8.085 unidades, seriam contabilizados apenas 4.039 veículos. O carro ocuparia a 21ª posição com os “números reais”, ao invés da atual 6ª colocação.

Chevrolet Onix e Hyundai HB20 não dependem de vendas diretas

Chevrolet Onix é o carro mais vendido do Brasil pelo sexto ano consecutivo, diz ranking da Renavam. Imagem: General Motors/Divulgação

Se há modelos do topo da tabela da Fenabrave que sofreriam sem suas vendas diretas, esse não é o problema da Chevrolet com o Onix – líder de vendas no Brasil há seis anos consecutivos.

Mesmo sem as vendas diretas de 3.275 unidades, o modelo continuaria líder geral, registrando 17.552 exemplares emplacados.

Outro veículo que dorme com a consciência tranquila sem os números das vendas diretas é o HB20 Hyundai. O hatch produzido em Piracicaba (SP) é o terceiro colocado no acumulado do ano, com um total de 15.653 emplacamentos e apenas 887 unidades comercializadas em vendas diretas.

Nova geração do HB20 — Foto: Divulgação/HyundaiNova geração do HB20 — Foto: Divulgação/Hyundai

Fonte: UOL

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!